Região

Apucarana vacinou mais da metade da população contra a H1N1

Da Redação ·
 Vacinação
fonte: Divulgação
Vacinação

Desde que teve início a campanha nacional de imunização, 56,24% da população de Apucarana foi vacinada contra o vírus da nova gripe (H1N1). O balanço foi anunciado nesta segunda-feira (30/08) pela Vigilância Epidemiológica da Autarquia Municipal de Saúde e corresponde a 68.216 pessoas, das mais diferentes faixas etárias, de uma população estimada – segundo o IBGE - de 121.290 pessoas. “São números que na prática revelam a abrangência de todo um trabalho preventivo, que foi e continua sendo feito, e visa a qualidade de vida da população”, destaca o prefeito João Carlos de Oliveira (PMDB).

continua após publicidade


Segundo a enfermeira Gelcy Marchini, coordenadora do Departamento de Vigilância Epidemiológica Municipal, outra grande parte da população também adquiriu a imunização por ter contraído a nova gripe – mesmo sem ter conhecimento, por não ter apresentado os sintomas extremos da doença – e também está naturalmente imunine a H1N1. “Contudo isto não significa que possamos baixar a guarda. O vírus ainda circula e por isso todos os procedimentos de prevenção dados durante a pandemia devem ser mantidos, sempre”, informa Marchini.

continua após publicidade


Assim como ocorreu em todo o Brasil, em março deste ano a Autarquia de Saúde de Apucarana iniciou o processo de imunização direcionando aos profissionais de saúde da linha de frente no atendimento à população, que no total foram 1.213 pessoas.
Conforme Protocolo do Ministério da Saúde, em uma segunda etapa - de 22 de março a 2 de abril - foram vacinadas as gestantes (mulheres que engravidaram após esta data puderam ser vacinadas nas demais etapas da campanha), doentes crônicos (idosos com doenças crônicas foram vacinados em data diferente, durante a campanha anual de vacinação contra a gripe sazonal) e crianças de seis meses a menores de dois anos.

continua após publicidade

Na terceira etapa, entre os dias 5 de abril a 23 de abril, foi imunizada a população de 20 a 29 anos. De 24 de abril a 7 de maio foi realizada a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso. Pessoas com mais de 60 anos vacinaram contra a gripe comum. Aqueles com doenças crônicas também foram vacinados contra a gripe pandêmica. Finalizando a vacinação preconizada inicialmente, de 10 de maio a 21 de maio, foi realizada a vacinação voltada a população de 30 a 39 anos. “Com as doses que sobraram, Apucarana abriu a possibilidade de imunização à novas faixas etárias, não contempladas inicialmente, como apucaranenses com idades entre 9 a 16 anos”, destaca a enfermeira Maria Neusa Souza de Oliveira, diretora-geral da Autarquia Municipal de Saúde.

continua após publicidade


Comitê - Ela lembra que a H1N1 foi tratado sempre com muita responsabilidade. “Já nas primeiras informações da pandemia constituimos um comitê permanente que ajudou na orientação de condutas junto aos profissionais da educação, bem como rastreamento e combate da doença junto à população em geral”, assinalou. A secretária da Saúde, Cláudia Romagnoli, frisa que ainda hoje a administração municipal mantém um link especial sobre a Gripe “A” em seu portal na internet. “Basta a pessoa interessada acessar o endereço http://www.apucarana.pr.gov.br/gripea”, convida Romagnoli.

Nova cultura – Muito do que foi praticado durante a pandemia também permanace, principalmente por ter sido bem assimilado pela população. Um exemplo é a utilização do álcool em gel, que ainda continua sendo disponibilizado pela Secretaria da Administração da Prefeitura de Apucarana tanto aos servidores do prédio central, quanto aos contribuintes.


Nas escolas municipais o produto foi adquirido individualmente por cada instituição com recursos do fundo rotativo. Já para os centros municipais de educação infantil (CMEIS), a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano apenas ampliou a utilização do produto, que já era de uso comum no trabalho diário de higienização.