Região

Rodovia no PR concentra 67% das apreensões de drogas

Da Redação ·
 Aprensão de 21,5 toneladas de maconha em Foz
fonte: Divulgação - PRF
Aprensão de 21,5 toneladas de maconha em Foz

O trecho da BR-277 entre Foz do Iguaçu (PR) e Cascavel (PR) concentrou 67% das apreensões de maconha realizadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) neste ano. A rodovia é uma das principais rotas para a entrada de drogas no país e é considerada um dos pontos mais críticos pela fiscalização. Das mais de 64 toneladas de maconha apreendidas entre janeiro e agosto deste ano em todo o país, 43 toneladas foram recolhidas em Cascavel e Foz.

continua após publicidade

“As apreensões da Polícia Rodoviária Federal se concentram nesse eixo da BR-277. Já houve épocas em que ocorriam mais apreensões em estradas de Mato Grosso do Sul, mas ultimamente essa região se confirmou como o local preferido dos traficantes”, afirmou Ricardo Schneider, chefe da Delegacia de Foz do Iguaçu da PRF.

O inspetor Gilson Cortiano, chefe de policiamento e fiscalização da PRF no Paraná, explica que a maconha é a principal droga apreendida no estado e também em Mato Grosso do Sul e aponta como motivo a proximidade com o Paraguai, país onde a droga seria produzida.

continua após publicidade

“De maio a setembro é a época da safra da maconha paraguaia, então a incidência de apreensões é maior. Contudo, como a repressão é maior no período, parte da maconha é estocada e distribuída também em outras épocas do ano”, disse.

Já em Mato Grosso, segundo Cortiano, as maiores apreensões são de cocaína em função da proximidade com a Bolívia. “Há também apreensão de maconha, mas lá acontece principalmente o combate ao trabalho formiguinha, de pequenas quantidades, que está presente no tráfico da cocaína.”

Apenas uma pequena parte do total de maconha que entra no país via Paraná permanece no estado. A maior quantidade segue para o Sudeste, onde abastece quadrilhas que atuam principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro. “A BR-277 é o grande corredor que dá acesso fácil a essas Regiões Metropolitanas, que são os maiores mercados consumidores”, afirmou Schneider.

continua após publicidade

Aumento no número de apreensões A quantidade de maconha apreendida pela PRF neste ano já ultrapassa em mais de 12,6 toneladas o total do ano passado. De acordo com a PRF, até o dia 24 de agosto de 2010, foram apreendidas 64,1 toneladas de maconha em todo o país. Em todo o ano de 2009, a apreensão da droga chegou a 51,4 toneladas.

“É cada vez mais constante a tentativa dos traficantes de trazer maconha para o território nacional através da utilização de caminhões carregados. Nós fizemos algumas apreensões de grandes quantidades e, então, superamos o número do ano passado”, disse Schneider.

Já Cortiano explica que o tráfico também é feito em carros, mas nesse caso são transportados outros tipos de entorpecentes. “Em veículos menores, geralmente, são levadas as drogas mais pesadas, como crack e cocaína, que são escondidas embaixo do painel, em fundos falsos ou dentro do tanque de combustíveis”, disse.