Região

Adolescente que matou colega em colégio tem sinais de psicopatia, afirma delegado

Da Redação ·

O adolescente de 17 anos que matou o colega na noite de segunda-feira (20) dentro de um colégio em Cambira, no Paraná (PR) foi apresentado na manhã desta terça-feira (21) e está à disposição da justiça.

continua após publicidade

De acordo com o delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP) de Apucarana, José Aparecido Jacovós, o menino já prestou depoimento e confirmou a autoria do crime, no entanto não houve nenhuma motivação evidente e os jovem seriam até amigos. “Jogavam bola aos domingos, estavam sempre juntos e aí resolve matar o colega pelas costas dentro do colégio, não tem explicação”, afirma.

Segundo o delegado, o adolescente apresenta sinais claros de psicopatia e questiona o fato da família não ter tomado alguma providência quanto a isso. “Não é possível que uma pessoa tenha como ídolo um assassino” afirma ele fazendo referência ao fato do menor ser fã do seriado Dexter, que conta a história de um serial Killer.

continua após publicidade

Para Jacovós o crime o foi premeditado e o rapaz agiu de tal forma para se mostrar aos demais colegas. “Ele poderia ter matado fora do colégio, fez dentro pra se sobressair como se fosse o valentão”, finalizou.

Adolescente que matou colega em colégio tem sinais de psicopatia, afirma delegado fonte: Reprodução

Sinais de psicopatia - Em sua última publicação no Facebook na tarde de segunda-feira, poucas horas antes do crime, o adolescente compartilhou uma imagem do seriado com os dizeres “Eu deveria ter te matado quando tive a chance.” Em resposta um amigo chegou a reprendê-lo e alertou pedindo cuidado. 

continua após publicidade

Ainda em outras publicações recentes o menor postou frases e fotos fazendo apologia ao homicídio. Uma delas diz “Não foi tao escuro e assustador quanto parece. Eu tinha um monte de diversão... Matar alguém é uma experiencia engraçada”.

O fato tem causado grande revolta e algumas pessoas têm se manifestado no perfil pessoal do rapaz.