Região

Buracos geram protesto no Interlagos

Da Redação ·
  Moradores  fecharam rua e colocaram fogo em pneus para protestar
fonte: Sérgio Rodrigo
Moradores fecharam rua e colocaram fogo em pneus para protestar

Moradores do jardim Interlagos, em Apucarana, fizeram um protesto ontem à tarde contra o estado precário das ruas do bairro, que estão intransitáveis devido a grande quantidade de buracos e valetas. Após interromper o tráfego, os manifestantes queimaram pneus. A Polícia Militar e a Guarda Municipal acompanharam o manifesto.

continua após publicidade

Os moradores afirmam que as ruas estão danificadas há cerca de quatro anos e que os compromissos da Prefeitura em efetuar os reparos não foram cumpridos. Outros motivos de reclamações são os acidentes. Um destes, registrado há cerca de um ano, matou um morador do bairro.

”Foi meu vizinho. Ele havia terminado de construir a casa dele e não chegou a usufruir dela. Morreu porque a bicicleta caiu num buraco”, disse um dos manifestantes.

continua após publicidade

O presidente da associação de Moradores do jardim Interlagos, José Alessandro da Silva afirma que “a situação aqui está terrível faz anos. Desde a administração anterior as ruas estão assim, mas nada foi feito. A situação chegou no limite, não temos mais condições de esperar. Precisamos dos serviços para o ano passado”.  

Os moradores já se reuniram com o prefeito João Carlos de Oliveira (PMDB) cobrando as melhorias. “Este ano estivemos com ele quatro vezes. Os prazos requeridos já extrapolaram. Não dá mais. O asfalto tinha que ser forte. Pelo que percebemos, a loteadora colocou asfalto fraco para vender. A Prefeitura não deve ter acompanhado isso”, frisou Alessandro da Silva.

Ontem à noite, o prefeito chegou de Curitiba, onde afirma ter ido acompanhar a liberação de recursos para serem aplicado no Interlagos. “Estive no Paraná Urbano. Temos um projeto de R$ 300 mil, que acredito que receberemos no mês que vem”, disse João Carlos de Oliveira. Contudo, a Prefeitura orçou em R$ 1 milhão a recuperação de todas as ruas que estão danificadas. “O restante do dinheiro vai ter que ser do município. Porém, como não temos este dinheiro disponível faremos por etapas iniciando pelas ruas mais danificadas”.

O prefeito assumiu compromisso de recuperar a rua Cristino Kusmaul. “Amanhã, (hoje) estarei nesta rua verificando a situação e faremos a recuperação necessária nesta semana”, garantiu.