Região

Governo autoriza mais R$ 11 milhões para o aeroporto de Londrina

Da Redação ·
Governador Beto Richa, o prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, e o presidente da Fomento Paraná, Juraci Barbosa, assinam autorização de recursos para o aeroporto de Londrina.Curitiba, 27/06/2016.Foto: Olrnaod Kissner/ANPr
Governador Beto Richa, o prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, e o presidente da Fomento Paraná, Juraci Barbosa, assinam autorização de recursos para o aeroporto de Londrina.Curitiba, 27/06/2016.Foto: Olrnaod Kissner/ANPr

A prefeitura de Londrina, no Norte do Paraná, terá mais R$ 11 milhões para fazer 17 desapropriações de imóveis, que possibilitarão a expansão do aeroporto Governador José Richa. O recurso é financiado pelo Estado e o contrato foi assinado nesta segunda-feira (27) pelo governador Beto Richa, o prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff, e o presidente da Fomento Paraná, Juraci Barbosa. 
O projeto de ampliação do terminal vai beneficiar ao menos 100 cidades. Com a expansão, a capacidade de atendimento do aeroporto, atualmente de 1,2 milhão de passageiros por ano, vai passar para 3 milhões por ano. 
“Entendemos a importância do aeroporto de Londrina, que é estratégico para o desenvolvimento do Paraná, e não medimos esforços para atender suas necessidades de expansão. Hoje, com esse repasse, completamos R$ 37 milhões em recursos a fundo perdido e por financiamento da Fomento Paraná para ampliação da capacidade operacional do aeroporto”, disse Richa ao destacar a necessidade das obras para o terminal. “Eu mesmo já sofri com o aeroporto fechado por causa da chuva. Imagina o prejuízo para a região, com um aeroporto como aquele, com uma demanda tão grande, fechado por dois dias”, disse.

continua após publicidade

FACE SUL – Em 2012 e 2013, o governo estadual repassou R$ 15,9 milhões ao município, a fundo perdido, para iniciar as desapropriações de imóveis da face sul do aeroporto e eliminar outros obstáculos para a realização das obras.  Em junho do ano passado foram mais R$ 26,6 milhões, por meio da Fomento Paraná, para permitir a desapropriação da face norte, que está sendo conduzida pela Justiça e Prefeitura de Londrina.
“Com mais esse pacote de R$ 11 milhões, conseguimos terminar o processo de desapropriações da face norte para que a Infraero possa iniciar as obras. É uma reivindicação de longa data, que agora começa a ser finalizada”, disse o prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff. “Trata-se de uma medida fundamental. Sem a sua implementação, os investimentos que vêm na sequência não poderiam se viabilizar. Além disso é uma infraestrutura que vai modificar a realidade da região, atraindo investimentos e ampliando a capacidade de movimentação não apenas de passageiros, mas também de cargas para o terminal”, completou Kireeff. 

ATENÇÃO ESPECIAL - As obras de ampliação e modernização do terminal aeroportuário incluem ampliação da pista de pouso e decolagem, área de taxiamento de aeronaves, terminal de passageiros e a instalação do ILS (Instrument Landing System), que permite pousos e decolagens em condições severas, entre outras melhorias. No total, os recursos para ampliação devem somar R$ 200 milhões.
De acordo com o presidente da Fomento Paraná, Juraci Barbosa Sobrinho, Londrina já vem recebendo, desde o início do atual governo, atenção especial nos financiamentos.
A instituição já repassou R$ 53,5 milhões para Londrina somente para o setor público (entre o financiamento para o aeroporto e outras obras de mobilidade). “No setor privado também, estamos atendendo os empreendedores da cidade com repasses de R$ 9 milhões”, acrescentou. Os recursos repassados hoje são do Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM), que é gerenciado pela Fomento Paraná, em parceria com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Paranacidade. 
“Somente nesse sistema, já foram repassados R$ 1,2 bilhão para os municípios do Paraná nos últimos cinco anos. Esses recursos não apenas melhoram a vida da população paranaense, mas também ajudam a aquecer a economia. É um sistema que é referência no Brasil, mas também internacionalmente”, disse Barbosa. MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS - De acordo com o secretário em exercício da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, João Carlos Ortega, a secretaria já repassou R$ 64 milhões para máquinas e equipamentos para pavimentação para Londrina, além do volume destinado ao aeroporto. “A cidade apresenta a demanda e temos o compromisso, por meio do governo do Estado, de financiar as boas ações dos municípios”, afirmou. 

continua após publicidade

PRESENÇAS - Estiveram presentes na solenidade os deputados federais Luiz Cláudio Hauly e Paulo Martins, os deputados estaduais Tiago Amaral e Devanil Reginaldo da Silva (Cobra repórter), e a ex-vice-governadora Emília Belinati.