Região

Capacitação prepara Agentes de Endemias para aplicação da Lei Municipal de prevenção à dengue

Da Redação ·
Mosquito  Aedes aegypti é o transmissor das duas doenças. (Foto Reprodução/arquivo)
Mosquito Aedes aegypti é o transmissor das duas doenças. (Foto Reprodução/arquivo)

A Secretaria de Saúde realizou na tarde da sexta feira, (8), uma capacitação acerca dos artigos da Lei Municipal 4.455 de 02 de março de 2016, que prevê medidas obrigatórias de prevenção, eliminação e fiscalização de criadouros e focos do mosquito Aedes aegypti.

continua após publicidade

Secretário de saúde com os agentes de endemias (Foto: Assessoria de imprensa)

Durante o curso os profissionais da saúde foram instruídos sobre os artigos que compõem a Lei e determinam a aplicação da multa, que será conforme a existência de criadouros e o número de focos encontrados na residência e reincidência dos infratores, podendo ser de 0,5 a 5 UFA’s (Unidade Fiscal de Arapongas que atualmente corresponde à R$ 215,41).

continua após publicidade

Na ocasião, o secretário de saúde, Antonio Garcez Novaes Neto, parabenizou os agentes de endemias pelo empenho e trabalho contínuo na luta contra o Aedes aegypti. “Essa Lei surgiu do relato das experiências de todos vocês, que durante a formulação da mesma contribuíram com sugestões e foram decisivos até a aprovação. Parabéns a todos pelo grande trabalho, contem sempre conosco”, relatou o secretário.

A partir da próxima segunda-feira, 11, os agentes de endemias estarão notificando proprietários que mantêm focos ou criadouros do mosquito conforme a Lei Municipal. De acordo com o Controle de Endemias, até a presente data, Arapongas tem 206 notificações de dengue aguardando resultado, 33 casos confirmados, sendo 18 importados. São 15 notificações de zika vírus e um caso confirmado. E dois casos de febre chikungunya, quatro notificações aguardam resultado.