Região

Secretário Estadual visita Jandaia

Da Redação ·
Secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, em visita ao Hospital Regional do Vale do Ivaí (Sérgio Rodrigo/Tribuna do Norte)
Secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, em visita ao Hospital Regional do Vale do Ivaí (Sérgio Rodrigo/Tribuna do Norte)

O secretário estadual de Saúde, Michele Caputo Neto, esteve em Jandaia do Sul nesta semana. Ele se reuniu com o prefeito Benedito Pupio (PSC) e se comprometeu a enviar cerca de R$ 370 mil para a reforma do Pronto Atendimento Municipal (PAM) e veículos de transporte sanitário. Ele ainda visitou o Hospital Regional do Vale do Ivaí, que trata de pacientes com problemas mentais e dependência química.

continua após publicidade

De acordo com o secretário, deverão ser destinados para a reforma do PAM em torno de R$ 250 mil. Já para o transporte sanitário, a verba deve ser de R$ 120 mil. O prefeito Pupio comemorou o repasse de verbas do Governo do Estado. 

“Agora iremos formalizar o pedido ao governo através das documentações necessárias. É uma grande satisfação receber o secretário e trazer essas melhorias para o povo de Jandaia do Sul”. 

continua após publicidade

Após a reunião com o prefeito, Caputo Neto visitou o Hospital Regional do Vale do Ivaí. Ele conheceu todas as alas da instituição e realizou uma entrevista coletiva ao final. 

O secretário anunciou que o “Não vi nada igual. O Hospital Regional possui uma estrutura muito boa, com piscina aquecida, academia, profissionais muito qualificados e uma organização impecável. A instituição é referência em todo o estado, sobretudo por estar em uma região importante”, disse. O presidente da entidade que administra o hospital, Antônio Costenaro Neto, destacou a visita como muito importante. 

“O encontro com o secretário foi extremamente proveitoso. Ele pode conhecer a nossa realidade e o nosso trabalho. Agradeço a visita e ressalto o apoio do Governo do Estado, que já havia enviado a nós cerca de R$ 60 mil em equipamentos na última semana”. O hospital possui, hoje, quase 300 pacientes.