Região

​Saída do prefeito de Apucarana do PT repercute na cidade

Da Redação ·
Beto Preto, prefeito de Apucarana: saída do PT foi confirmada | Foto: Delair Garcia
Beto Preto, prefeito de Apucarana: saída do PT foi confirmada | Foto: Delair Garcia

A decisão do prefeito de Apucarana, Beto Preto, de deixar o PT, confirmada ontem (31), teve grande repercussão. O pedido de desfiliação do partido foi entregue pelo secretário municipal da Fazenda, Marcello Machado, ao Diretório Municipal da legenda. Beto Preto tem convites de vários partidos, mas seu provável destino deve ser o PSD. Ele tem até amanhã para se filiar em uma nova legenda. 

continua após publicidade

Depois do anúncio de desfiliação de Beto Preto do PT, muitos assessores ficaram aliviados com a decisão. A maior parte da sua equipe defendia a tese de saída do partido. A impressão entre eles era de que a permanência no PT poderia comprometer a reeleição, embora pesquisas internas mostrem índices altos de aprovação popular de Beto Preto, o que facilita sua reeleição. 

O presidente da Câmara de Vereadores, José Aírton Deco de Araújo (PR), avaliou como "uma decisão difícil" a saída do prefeito do partido. "No PT o Beto Preto conseguiu trazer muitos recursos para Apucarana, posso dizer até que o montante desses recursos é histórico e viabilizou muitas obras. Mas o momento político atual é muito delicado e por essa razão considero sábia a decisão do prefeito", opinou Deco.

Já a vereadora Aurita Bertoli (PT) afirma que fez o possível para evitar que Beto Preto deixasse o PT. O grupo de Aurita chegou inclusive a encaminhar uma carta ao prefeito para pedir que ele tentasse a reeleição ficando no PT.se transformou numa das principais lideranças do Paraná. “Reitero que ele (Beto Preto) não precisava deixar o PT, pois a grande popularidade do prefeito de Apucarana não está relacionada com o partido, e sim com grandioso e antológico trabalho que ele vem realizando em Apucarana", diz Aurita.

O assessor da senadora Gleisi Hoffmann e dirigente estadual do PT, Arilson Chiorato, lamentou a decisão do prefeito de Apucarana. “É uma perda para o partido; respeitamos a posição do prefeito, mas lamentamos”, completou.

Uma parte dos moradores de Apucarana acha que o prefeito não precisava trocar de partido. "Votei no Beto Preto e acho que ele não precisava sair do PT, pois foi nesse partido que ele conseguiu os recursos necessários para fazer obras há muito tempo esperadas pelos apucaranenses", diz o autônomo Claudinei José Cardoso.

CARTA ABERTA 
Beto Preto deve chegar hoje a Apucarana após definir o seu futuro político. O destino mais provável é o PSD, embora outros partidos também queiram contar com o apucaranense. O prefeito deve divulgar uma carta aberta à população explicando os motivos que o levaram a deixar o PT e seguir novos rumos políticos.