Região

​Chuva em excesso afeta lavouras de soja no Paraná

Da Redação ·
Quase 2% da área de soja terá que ser replantada no Vale do Ivaí, no Paraná, com prejuízo estimado em R$ 8 mihões - Foto: Ivan Maldonado
Quase 2% da área de soja terá que ser replantada no Vale do Ivaí, no Paraná, com prejuízo estimado em R$ 8 mihões - Foto: Ivan Maldonado

O excesso de chuvas nas últimas semanas causou alguns impactos nas lavouras de soja na região Vale do Ivaí, no Paraná. Na área de abrangência da Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento (Seab) de Ivaiporã, que agreda 22 municípios, os estragos foram contabilizados pelo Departamento de Economia Rural (Deral) e houve a necessidade de replantio em algumas regiões. O prejuízo é estimado em R$ 8 milhões.

Segundo o engenheiro agrônomo Sergio Carlos Empinotti, do escritório regional do Deral de Ivaiporã, a falta de práticas conservacionistas no Vale do Ivaí se tornaram evidentes após as chuvas neste último mês. Do total de 291 mil ha. semeados na região com o grão pelo menos 2% deverá ser replantado. “Isso equivale a uma área de quase 6 mil hectares, que representam uma perda 350 mil sacas. Um total de R$ 24 milhões que os produtores deixarão de ganhar se não replantarem as áreas”, explica Empinotti. 

continua após publicidade

De acordo com o agrônomo, a lavoura afetada é a que foi plantada no início de novembro. “A terra estava saturada com água e como consequência da erosão houve aterramento da semente e consequentemente a não germinação”. Para o replantio os produtores tiveram um gasto extra de aproximadamente R$ 8 milhões.

Com relação às áreas cultivadas em outubro, o agrônomo diz que a chuva ainda não apresentou grandes problemas. “Entretanto, se o excesso de chuva continuar, mais prejuízos devem ser contabilizados”, analisa Empinotti.  

continua após publicidade

O agrônomo destaca que os prejuízos estão relacionados com a falta de conservação do solo e aplicação de técnicas inadequadas para conter a erosão.