Região

Florestópolis passa de zero para 80% de cobertura com rede de esgoto

Da Redação ·
Governador Beto Richa inaugura obras de saneamento em Florestópolis, Norte do Paraná.Florestópolis, 27/11/2015.Foto: Orlando Kissner/ANPr
Governador Beto Richa inaugura obras de saneamento em Florestópolis, Norte do Paraná.Florestópolis, 27/11/2015.Foto: Orlando Kissner/ANPr

O índice de cobertura com rede de esgoto de Florestópolis, no Norte do Paraná, passou de zero para 80% com o investimento, de R$ 8 milhões, feito pela Sanepar. A primeira Estação de Tratamento de Esgoto da cidade e mais 40,8 quilômetros de tubulações (rede coletora e interceptores) foram entregues pelo governador Beto Richa nesta sexta-feira (27), em solenidade com o prefeito Onício de Souza, o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, e a população do município. Até então, todos os moradores contavam apenas com fossa. “Essa obra representa um grande avanço para o nosso município, que tem 12 mil habitantes. Sem saneamento, não há progresso”, afirmou o prefeito.

O sistema beneficia 8,7 mil moradores, de 12 bairros da cidade. O governador Beto Richa ressaltou a presença da Sanepar em municípios de todas as regiões do Estado. “Estamos fazendo melhorias e expandindo redes de água e esgoto, com investimentos recordes da Sanepar. Nosso governo entende o saneamento como qualidade de vida e saúde para a população”, afirmou Richa. Pela manhã, Richa esteve em Apucarana, onde entregou obras que elevam para 81% a cobertura com rede de esgoto da cidade. A Sanepar investiu R$ 2,5 bilhões de 2011 a 2015 e a previsão é aplicar mais R$ 3 bilhões até 2018.

“Valorizamos as nossas empresas públicas, como a Sanepar e a Copel, que contribuem decisivamente para o desenvolvimento do Paraná”, disse o governador. Para o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche, a inauguração do sistema de esgoto representa um marco para Florestópolis. “É mais que um investimento, é a mudança na vida das famílias”, afirmou. “A cidade só possuía fossas e, a partir de agora, tem 80% de sua população atendida por rede de coleta e tratamento adequado de esgoto. O Governo tem sensibilidade e entendeu que saneamento deve ser política pública”, completou. 

SITUAÇÃO FISCAL – No encontro, o governador Beto Richa ressaltou que o orçamento do Governo do Estado para 2016 prevê investimentos de R$ 6,8 bilhões – o que equivale à soma dos quatro anos anteriores. “Apesar da crise nacional e no momento em que muitos estados têm dificuldade para pagar seus compromissos, o Paraná está com situação fiscal equilibrada, prevendo recorde de investimentos”, disse o governador. O bom desempenho é atribuído às medidas de ajuste fiscal adotadas a partir do final do ano passado. “O Estado do Paraná teve coragem de tomar medidas importantes e inadiáveis, por isso, o ajuste que fizemos está sendo reconhecido nacionalmente”, afirmou. Para conseguir equilibrar as finanças estaduais, disse Richa, foi preciso, além de aumentar as receitas, cortar gastos. O governo diminuiu o número de secretárias e cortou mil cargos em comissão. 

MUNICÍPIOS
- As medidas se refletem nos municípios, pois com o incremento nas receitas os repasses às prefeituras do ICMS e do IPVA aumentaram cerca de 20%, em relação ao ano passado. O prefeito Onício de Souza destacou o suporte do estado nesse período de queda nos repasses do Governo Federal e na arrecadação municipal. “Sem o apoio do governo estadual não seria possível realizar as obras que temos em andamento no município”, disse ele. Atualmente, contou o prefeito, além do sistema de coleta e tratamento de esgoto, está sendo finalizada a construção de uma unidade de saúde. Também está em andamento obras de pavimentação de ruas urbanas. As obras de saneamento atendem os moradores da área central de Florestópolis, do Conjunto Santa Branca, Vale Amanhecer, Jardim Floresta, Jardim Alecrim, Vila São José, Jardim Carmelós, Romeu Paulino, Vale Feliz, Santo Antônio e Vila Copel. 

PRESENÇAS – Participaram da solenidade em Florestópolis o deputado federal Luiz Carlos Hauly e os deputados estaduais Tiago Amaral, Cobra Repórter e Alexandre Curi.

continua após publicidade