Região

Megaoperação cumpre 102 mandados judiciais na região de Ivaiporã

Da Redação ·
 Detidos sendo encaminhados à 54ª Delegacia Regional de Polícia.
fonte: Ivan Maldonado
Detidos sendo encaminhados à 54ª Delegacia Regional de Polícia.

Policiais Militares e Civis cumpriram na quarta-feira (28), 102 mandados de prisão e 52 de busca e apreensão. A megaoperação denominada "Operação Vale do Ivaí” foi realizada em Antonina, Jardim Alegre, Lidianópolis, Lunardelli, São João do Ivaí, Cianorte, Engenheiro Beltrão, Andirá, Araucária, Apucarana, Jandaia do Sul e Londrina.

continua após publicidade
continua após publicidade

 Dentre os mandados, três eram em desfavor de investigadores da polícia civil. Até o final da tarde de ontem, 23 pessoas foram detidas na região de Ivaiporã, nove em São João do Ivaí, uma em Antonina, uma em Paranavaí. Outros 43 já se encontravam detidos por outros crimes na 54ª Delegacia Regional de Polícia (DRP). Dos 23 presos em Ivaiporã cinco são mulheres que foram transferidas para ala feminina de custódia cautelar da Cadeia de Apucarana, cinco enviados para a Delegacia de Faxinal, o restante ficou detido na 54ª DRP.

continua após publicidade


O trabalho conjunto entre os policiais envolveu o pessoal lotado em diversos Batalhões do Estado.  Participaram do trabalho 130 policiais militares e 60 investigadores da Polícia Civil, sendo utilizadas cerca de 70 viaturas. De acordo com o tenente coronel Ronaldo Antônio Maciel de Oliveira, do 10º Batalhão da PM, as investigações duraram cerca de oito meses e envolveu a Promotoria Pública de Ivaiporã e a Polícia Militar.

continua após publicidade

 Os crimes investigados que resultaram na operação estão relacionados ao  tráfico de drogas, associação para o tráfico e roubo. “Graças aos preparo e o treinamento do nosso pessoal, não tivemos nenhum dissabor”. Ele relata que o objetivo inicial das investigações era o tráfico de drogas. “Mas, como houve ramificações começou a se buscar outros tipos de crimes, roubos, furtos, principalmente contra o patrimônio”.

continua após publicidade


O promotor Marco Aurélio Romagnole Tavares, da Comarca de Ivaiporã avaliou a operação como extremamente positiva. “Foi rastreada toda uma organização criminosa que se montou aqui na cidade para comprar, adquirir e distribuir drogas por toda a região”. Ele explica que a operação surgiu com base na intercepção de alguns telefones de presos na cadeia 54ª DRP. “Foi identificado que eles tinham celulares dentro da cadeia e continuavam comercializando drogas. Trazendo para dentro da cadeia fazendo a divisão e encaminhando para os pontos de vendas”. Para ele, a expectativa é que se reduza o tráfico na região. “São 103 pessoas que trabalhavam de forma organizada. Está estrutura está desmantelada e não existe mais”.


O Delegado da 54ª DRP disse que este foi o mais duro golpe ao narcotráfico no Vale do Ivaí. “Sem dúvida estamos desarticulando as quadrilhas. Também identificando aqueles que também participavam na associação ao tráfico” relata Lemes. “Em que pese ser a operação em foco regional, ela com certeza irá abalar todos os bandos que vinham agindo na região”. Quanto aos policiais detidos ele diz que compete a corregedoria da Polícia Civil. “Está missão de fazer a prisão, de divulgar qualquer ato ou fato relativo a policiais compete exclusivamente à corregedoria”.