Região

Homem atacado por pitbulls  na região continua internado

Da Redação ·
Homem atacado por pitbulls  na região continua internado - Foto: Blog do Berimbau
Homem atacado por pitbulls na região continua internado - Foto: Blog do Berimbau

Mário Cezar Rodrigues, de 42 anos, que trabalha como servente de pedreiro, continua internado em estado grave nesta terça-feira (6), após ficar ferido ao ser atacado por dois cães da raça pitbull em Ivaiporã, a 110 km ao sul de Apucarana.

continua após publicidade

Ele caminhava pela calçada quando foi mordido pelos cachorros. Após levar várias mordidas, Mário conseguiu fugir do ataque após pular um muro e se esconder. Rodrigues foi encontrado caído por um casal que passava pelo local e ouviu pedidos de socorro.

O servente de pedreiro sofreu vários cortes pelo corpo e levou mais de 500 pontos em um procedimento que durou cerca de sete horas. Ele permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital e Maternidade Ivaiporã.

INQUÉRITO - A 54ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Ivaiporã abriu inquérito para investigar ataque de cães ao servente de pedreiro Mário Cezar Rodrigues da Luz. Ele foi gravemente mordido em várias partes do corpo por pelo menos dois animais nas proximidades do Cemitério Municipal, na Rua Alvorada. 

continua após publicidade


Conforme o delegado Gustavo Dante, familiares do servente de pedreiro estiveram ontem na delegacia. Eles alegam que Mario Cezar foi atacado por dois cães da raça pit bull em via pública. Para escapar, ele teria pulado o muro de uma casa em construção. 

Porém, conforme o boletim de ocorrência da 6ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), a vítima teria relatado aos médicos do hospital que entrou na propriedade para dormir. Na casa em construção há dois cães da raça buldogue.“Há duas versões sobre o fato, por isso, está sendo instalado um inquérito policial para melhor esclarecimento. Lembrando que o Mário Cezar no momento não pode ser ouvido porque está internado na UTI”, diz. 

O delegado afirma que aguarda melhora do estado de saúde da vítima para dar continuidade ao inquérito policial. “Se ficar comprovado que o ataque foi em via pública e houve negligência dos donos, eles responderão pelo crime de omissão de cautela e lesão corporal culposa”, assinala Dante. Na tarde de ontem, investigadores da 54ª DRP, estiveram na propriedade onde a vítima foi encontrada.

Do lado de fora foi localizado um tijolo com sinais de sangue. No muro da propriedade também era possível visualizar sinais dos pés da vítima e arranhões de garra de animal. Há pouco mais de seis meses, na mesma rua e praticamente no mesmo local, uma mulher de 52 anos, também foi atacada por três cães durante a madrugada. Na época, Abigail Rodrigues Bonfim informou à polícia que os animais, dois da raça pitbull e um rottweiler, eram de uma chácara vizinha. O proprietário dos animais responde procedimento aberto no judiciário.