Região

Ivaiporã inaugura mais uma creche

Da Redação ·
A nova unidade que está localizada entre as Ruas Mauá e Poços de Caldas nas proximidades do Jardim Luiz XV (Foto/Ivan Maldonado)
A nova unidade que está localizada entre as Ruas Mauá e Poços de Caldas nas proximidades do Jardim Luiz XV (Foto/Ivan Maldonado)

A Prefeitura de Ivaiporã inaugurou na quinta-feira (30), o Centro Municipal de Educação Infantil José Fiorim.  A nova unidade que está localizada entre as Ruas Mauá e Poços de Caldas nas proximidades do Jardim Luiz XV, dispõe de quatro salas de aula, pátio coberto, refeitório, fraldário, cozinha, lavanderia entre outros espaços para atender 60 alunos de zero a três anos de idade em período integral. Os investimentos são de mais de R$ 600 mil e é resultado de uma parceria entre o Município e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Este foi o segundo CMEI inaugura em abril em Ivaiporã que está mais próximo de zerar as filas por vagas nas creches.

continua após publicidade

O secretário municipal de educação, Marcelo Reis, destaca a importância do novo CMEI e anuncia que nos próximos 120 dias Ivaiporã não terá  mais filas de espera por vagas. Segundo Reis, somente neste ano estão sendo abertas quase 300 vagas.  “No início do mês inauguramos um CMEI na Vila Nova Porã com capacidade para 90 crianças. Hoje (quinta-feira) são mais 60 vagas, também estamos ampliando as creches Nossa Senhora Aparecida, Bom Jesus e Alto Porã que beneficiara pelo menos mais 80 alunos. Temos ainda em construção o CMEI na Monte Castelo com capacidade para mais 60 crianças”, relata Reis.

O prefeito Luiz Carlos Gil (PMDB) comemora a inauguração do novo CMEI que contribui com o desafio do Plano Nacional de Educação (PNE) que é colocar todas as crianças brasileiras dessa faixa etária em pré-escolas até 2016. “A falta de vagas nas creches era um dos grandes problemas que tínhamos no início da gestão. Por isso, nos sentimos honrados de inaugurar mais uma creche no mandato e proporcionar as nossa crianças educação com qualidade”, completa Carlos Gil.