Região

Arcebispo vai à delegacia e perdoa ladrões de sacrário em Marumbi

Da Redação ·
Dom Anuar Battisti (ao centro à direita) conversa com presos (Foto: Delair Garcia)
Dom Anuar Battisti (ao centro à direita) conversa com presos (Foto: Delair Garcia)

O arcebispo Dom Anuar Battisti, de Maringá, visitou na tarde desta segunda-feira (30), na delegacia de Jandaia do Sul, os três homens presos suspeitos de terem roubado um sacrário com hóstias consagradas da igreja matriz Senhor Bom Jesus, de Marumbi, no Vale do Ivaí.

continua após publicidade

O furto ocorreu na madrugada de domingo. O sacrário e as hóstias consagradas foram localizados dentro de uma fossa em uma residência de Marumbi.

Marcos Antonio Dias, de 33 anos, Paulo Rosa da Silva, 35, e Pedro Henrique Azevedo, 22, confessaram participação no crime. Na conversa com os presos, Dom Anuar deu o perdão aos suspeitos, que se disseram arrependidos.  “Foi uma difamação do que há de mais sagrado na Igreja Católica, que é a Euraristia. Como eles demonstraram arrependimento, serão perdoados”, disse Anuar.

continua após publicidade

Ele anunciou ainda que a Arquidiocese de Maringá pretende comprar o terreno onde o sacrário foi jogado pelos ladrões e, no local, construir uma capela.