Região

​Sem terra bloqueiam rodovias em pedágios na região

Da Redação ·

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) realiza protestos na manhã desta quarta-feira (11) em rodovias federais e estaduais do Paraná. 

De acordo com informações das concessionárias de pedágio Viapar e Rodonorte, as praças de pedágio na BR-369, em Arapongas, na BR-376, em Mandaguari e Mauá da Serra, foram ocupadas pelo MST e as rodovias estão interditadas. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os trabalhadores rurais devem permanecer no local até às 16 horas com bloqueios durante 45 minutos e liberação da pista para tráfego de veículo por 15 minutos. 

ECONORTE - Os manifestantes também ocuparam por volta das 9 horas a praça de pedágio de Jataizinho, na Região Metropolitana de Londrina, com a liberação das cancelas aos condutores que passam pela BR-369.

continua após publicidade

continua após publicidade

Foto: Lurdinha Fonseca




LENTIDÃO
- Já a concessionária Rodonorte confirmou a interdição nos dois sentidos da BR-376, no km 295, no entrocamento com a PR-445, em Mauá da Serra. O trânsito em direção a Curitiba apresenta lentidão e congestionamento na manhã desta quarta-feira. Os manifestantes também bloqueiam a BR-277, km 570, em Cascavel, sem previsão de liberação da pista. 

REIVINDICAÇÕES - Segundo o site do MST, cerca de 38 organizações e movimentos sociais participam dos protestos nesta quarta-feira no Paraná com o objetivo de cobrar dos governos municipais, estadual e federal investimentos na produção, industrialização e venda de alimentos. 

De acordo com os sem-terra, estão fechadas as rodovias em Mauá da Serra, Arapongas, Jataizinho, Mandaguari, Campo Mourão, Cascavel, Nova Laranjeiras, e Francisco Beltrão nos trevos de Ampére, Marmeleiro, Itapejara, e entre Dois Vizinhos e Verê.