Região

Idosa morre em hospital de Paranavaí após contrair dengue

Da Redação ·
Atestado confirma que Maria Aparecida morreu vítima de dengue (Foto: Reprodução)
Atestado confirma que Maria Aparecida morreu vítima de dengue (Foto: Reprodução)

Uma mulher de 66 anos morreu após contrair o vírus da dengue em São João do Caiuá, no noroeste do Paraná. O atestado de óbito de Maria Aparecida Barbosa dos Santos ainda afirma que a morte também foi causada por infecção generalizada dos órgãos (choque séptico) e por uma dor abdominal aguda (abdome agudo). Maria Aparecida morreu na quarta-feira (21) após ficar onze dias internada no hospital Santa Casa de Paranavaí. O corpo da idosa foi enterrado nesta quinta (22) no Cemitério Municipal de São João do Caiuá.

continua após publicidade

Um dos filhos de Maria Aparecida, Luiz Barbosa dos Santos, conta que a mãe procurou atendimento médico no hospital municipal de São João do Caiuá assim que sentiu os primeiros sintomas. “No hospital suspeitaram que fosse dengue hemorrágica. Ela foi medicada, mas piorou e então transferiram para Paranavaí. Na sexta-feira [16], a minha mãe sentiu muitas dores no abdômen e, como não melhorou, foi levada para UTI”, diz. “Desde esse dia, ela não reagiu mais”, acrescenta.

O chefe da Unidade de Terapia Intensiva da Santa Casa, Michel Abrão, contesta a informação especificada no atestado de óbito. “A paciente desenvolveu um quadro de dengue, e durante o internamento ela teve algumas complicações, o que piorou o quadro de saúde dela”, explica. Abrão diz que a causa real só será conhecida após o resultado de exames realizados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). “Essas complicações podem ou não estarem relacionadas à doença. Só teremos certeza disso após o resultado desses exames”, argumenta o médico. IncidênciaDe acordo com o último boletim da dengue divulgado pela Sesa, no dia 9 de janeiro de 2015, apenas duas pessoas contraíram a doença em São João do Caiuá, entre agosto e dezembro de 2014. Nesse período, a secretaria ainda registrou 17 notificações no município. Em contrapartida, as cidades de Santo Antônio do Caiuá, Tamboara, Nova Aliança do Ivaí,Amaporã, Uraí, Jataizinho, Alto Piquiri, Diamante do Norte, Itaúna do Sul, Loanda, Marilena,Nova Londrina, Paranapoema, Porto Rico e Querência do Norte vivem a eminência de uma epidemia de dengue, conforme a Sesa.