Região

Estado apoia pequenos e grandes empreendedores, afirma Richa

Da Redação ·
Governador Beto Richa instala o gabinete administrativo do Estado em Londrina na data em que a cidade comemora 80 anos. Na foto, o governador entrega a chave do táxi de número 1.000 ao motorista Olair Ribeiro, de 59 anos. Londrina, 10/12/2014. Foto:Ricardo Almeida/ANPr
Governador Beto Richa instala o gabinete administrativo do Estado em Londrina na data em que a cidade comemora 80 anos. Na foto, o governador entrega a chave do táxi de número 1.000 ao motorista Olair Ribeiro, de 59 anos. Londrina, 10/12/2014. Foto:Ricardo Almeida/ANPr

 O governador do Paraná, Beto Richa, ressaltou nesta quarta-feira (10/12) o apoio dado pelo Estado a quem produz. “O governo estadual é parceiro do setor produtivo e apoia, com incentivos e financiamentos, desde o pequeno empreendedor até as grandes indústrias”, afirmou o governador Beto Richa em Londrina, onde foi instalado o gabinete administrativo do governo estadual.Richa lembrou que foi em Londrina o lançamento do programa Paraná Competitivo, em fevereiro de 2011.

“Um programa inovador, que colocou o Paraná no mapa dos investidores e permitiu atrair para o nosso Estado cerca de R$ 35 bilhões em investimentos que criam 200 mil novos empregos”, afirmou ele.Richa participou da entrega da chave do táxi de número 1.000 financiado pela linha de crédito Banco do Empreendedor Taxistas, da Fomento Paraná, e da assinatura de contratos de financiamento do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) com duas empresas da região Norte do Paraná. 

Além disso, lançou a RedeSim, sistema que reduz o tempo necessário para abertura, fechamento e alteração de empresas. De acordo com o Sebrae, que é parceiro do Estado nesta iniciativa, a expectativa é que em alguns casos o tempo de tramitação caia de 120 dias para 3 dias. “A parceria com quem produz e trabalha é a estratégia do nosso governo para estimular o desenvolvimento econômico, gerar empregos e garantir melhores condições de vida aos paranaenses”, afirmou o governador que transferiu o gabinete para Londrina em comemoração aos 80 anos do município. 

PROFISSIONAIS - A linha de crédito Empreendedor Taxista foi lançada pelo governador Beto Richa em dezembro de 2012 com o objetivo facilitar aos profissionais do segmento renovar a frota de táxis dos municípios. Os veículos novos são mais seguros, mais confortáveis tanto para usuários quanto para os profissionais, além de possuir tecnologias que reduzem a poluição. Somente em Londrina foram financiados pela Fomento Paraná 48 táxis, o que totaliza mais de R$ 1,5 milhão.

O táxi de número 1.000 foi entregue ao motorista Olair Ribeiro, de 59 anos, que atua na profissão há 25 anos. Ribeiro, adquiriu uma GM Spin, zero quilômetro. “Os juros dessa linha de crédito são muito agradáveis. Eu consegui melhorar muito em relação ao carro que tinha”, contou ele. “O carro tem transmissão automática, é maior e permite carregar mais bagagem. Ajuda muito”, explica.

A linha Banco do Empreendedor Taxistas é destinada à aquisição de veículos novos para uso em serviços de táxi, mediante concessão ou autorização municipal. Os recursos financiáveis são de R$ 3 mil a R$ 50 mil e podem ser usados também para conversão do motor (para uso de Gás Natural Veicular) ou para adaptação do automóvel para atender pessoas com dificuldade de mobilidade. 

Com a entrega do veículo número 1.000 a fomento atingiu e superou a meta de financiamentos previstos para esta linha, que no momento está fechada para novas propostas. A intenção é reabrir os financiamentos a partir de março de 2015.

INDÚSTRIAS – A Integrada Cooperativa Agroindustrial, de Londrina, assinou com o BRDE financiamento R$ 5,65 milhões para o projeto de modernização da nova unidade industrial de milho. A Angelus Indústria de Produtos Odontológicos, também londrinense, adquiriu um financiamento de R$ 2,67 milhões para aquisição de moldes para novas linhas de produtos, matéria prima e material de consumo, comunicação, divulgação e lançamento, além de softwares necessários para a gestão comercial. Na mesma solenidade, o BRDE também fez o lançamento do programa para atender o setor de panificação e confeitaria com a entrega do primeiro cartão ao empresário Nilo Kato, da Hachimitsu – Ateliê de Delícias.

continua após publicidade