Região

Prefeito de Rolândia participa da Escola do Governo do Pr

Da Redação ·
 O prefeito de Rolândia Johnny Lehmann com o governador do Paraná Orlando Pessuti
fonte: Divulgação
O prefeito de Rolândia Johnny Lehmann com o governador do Paraná Orlando Pessuti

O prefeito de Rolândia Johnny Lehmann esteve nesta terça-feira (29), em Curitiba e se encontrou com o governador do Paraná Orlando Pessuti. Os dois assinaram, durante a realização da Escola de Governo, um convênio do Programa de Recuperação Asfáltica de Pavimentos (Recap) no valor aproximado de R$ 300 mil reais. Os recursos são do Tesouro do Estado e a prefeitura de Rolândia entrará uma contrapartida de 16% do valor conveniado.

continua após publicidade

Os recursos previstos nos convênios podem ser utilizados nas seguintes modalidades de obras: recape asfáltico, recape sobre paralelepípedo e pedras irregulares e para pavimentação de vias.

continua após publicidade

Os municípios terão que elaborar o projeto, fazer a licitação do processo, contratar a empresa responsável pela obra e fazer a fiscalização. A análise dos projetos e a liberação dos recursos serão feitas pela Secretaria do Desenvolvimento Urbano. “Nós agradecemos mais uma vez o governo do Paraná e vamos trabalhar o mais rápido possível para transformar este recurso em benefício direto aos rolandenses assim como temos feito com todos os outros projetos”, afirmou o prefeito Johnny Lehmann.

continua após publicidade

DETRAN – Outra notícia importante para os rolandenses, segundo o prefeito, foi a liberação de recursos diretamente do Departamento de Trânsito do Paraná para obras de sinalização horizontal e vertical por toda a cidade. O valor do investimento é da ordem também de R$ 300 mil reais.

INTERNET – Ainda de acordo com o prefeito, Rolândia também será beneficiada com o Plano estadual de internet banda larga. Nos próximos dias, a Copel vai lançar um modelo inovador de inclusão digital. “O plano de inclusão digital paranaense pretende utilizar-se dos mais de 16 mil quilômetros de fibras óticas da Copel Telecomunicações, presentes em 220 municípios do Estado, para oferecer banda larga no atacado a provedores de acesso à internet”, explicou Johnny.

continua após publicidade

Como contrapartida ao menor custo de conexão à rede mundial, os provedores locais se comprometerão a oferecer o serviço de internet de banda larga aos cidadãos de sua área de cobertura a preços a partir de 15 reais.