Região

Sumiço de garota intriga autoridades

Da Redação ·
  Informações sobre o paradeiro de Emily podem ser repassadas pelos telefones 190, 181 ou 0800 643 1161.
fonte: Divulgação
Informações sobre o paradeiro de Emily podem ser repassadas pelos telefones 190, 181 ou 0800 643 1161.

O paradeiro da estudante Emily Marques Gaspar , de 14 anos, continua misterioso, após 18 dias do desaparecimento da menina.

continua após publicidade

O Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente  e a Polícia Militar de Apucarana divulgaram uma foto da adolescente residente no Jardim Ponta Grossa (região Norte da cidade). Vários boatos respeito do caso já surgiram na cidade, mas nada se confirmou até agora.

continua após publicidade

Boatos que circularam pela cidade davam conta que algumas pessoas teriam visto a menor em Apucarana no último final de semana e que ela teria mantido contato com a mãe. Outra vesão sobre o sumiço Emily sugere que ela teria fugido com um rapaz que trabalha em pequeno circo que estava no Jardim Ponta Grossa e depois se instalou no Jardim Colonial, mas nenhuma dessas hipóteses foi confirmada pelas autoridades.

continua após publicidade

Ontem (12) o Conselho Tutelar da Criança e do Adolescente de Apucarana foi informado de que Emily teria mantido contato com a família, mas o comunicado não foi confirmado.

BO - Conforme o Conselho Tutelar , a mãe de Emily procurou o Cartório da Polícia Militar no último domingo (27) e registrou boletim de ocorrência sobre o desaparecimento da filha na noite de ontem (28), orientada pela conselheira Ana Maria Schmidt.

continua após publicidade

O SUMIÇO - Emily sumiu no dia 26 de junho (sábado). Segundo a família da menor, ela esteve em uma igreja do Jardim Diamantina (região Norte de Apucarana),  e depois que saiu da cerimônia religiosa não chegou em casa.

continua após publicidade

Informações sobre o paradeiro da menina  podem ser repassadas pelos telefones 190, 181, 9974 3901 (Conselho Tutelar) ou 0800 643 1161.

APURAÇÃO - O superintendente da 17ª Subdivisão Policial (SDP), investigador Roberto Francisco dos Santos, informou que já foi aberto procedimento para apurar o desaparecimento da menor.

"O fato já foi comunicado à Vara da Infância Juventude e continuamos investigando", acrescentou Roberto.