Região

Combate a Dengue em Apucarana retira vasos dos dois cemitérios

Da Redação ·
 Ficou proibida a utilização de embalagens plásticas envolvendo vasos de flores nos cemitérios da cidade
fonte: Divulgação
Ficou proibida a utilização de embalagens plásticas envolvendo vasos de flores nos cemitérios da cidade

A equipe de pontos estratégicos do Programa Municipal de Combate a Endemias iniciou hoje (sexta-feira 25/06), a retirada de vasos e outros objetos dos túmulos, jazigos e capelas nos cemitérios Cristo Rei e da Saudade.

continua após publicidade

A medida, que faz parte do “Plano de Repressão e Combate aos Focos de Criadouros do mosquito transmissor de Dengue no Município de Apucarana”, cumpre as determinações aprovadas na Lei 048/10 que autoriza o Executivo a adotar posturas nos cemitérios da municipalidade eliminando todos os recipientes que possam acumular água ou servir para acondicionar água e serem criadouros do mosquito “aedes aegypti”.

continua após publicidade

Segundo o coordenador do Programa Municipal de Combate a Endemias, Flávio Boiça a retirada, neste primeiro dia, concentrou-se em vasos e objetos removíveis. “A partir da próxima semana iremos intensificar o trabalho. Se for necessário reforçaremos as equipes e, iremos fazer a retirada de vasos e demais objetos fixos que possam acumular água”, alerta o coordenador.

De acordo com ele, a Lei 048/10, que autoriza esta prática, foi aprovada no dia 25 de março. “Após a aprovação comunicamos as zeladoras de jazigos para que entrassem em contato com os proprietários de túmulos e que os mesmos fizessem à retirada dos vasos, entre outras medidas que alertavam para a retirada. Como nem todos cumpriram as determinações exigidas, o município já está fazendo a retirada desses objetos.”, explica Flávio Boiça.

Todos os objetos retirados serão encaminhados ao aterro sanitário. “Nosso maior objetivo é a prevenção e intensificar o combate ao aparecimento de focos do mosquito em toda a cidade. Não podemos simplesmente retirar os objetos e colocá-los em um ponto dos cemitérios. Vamos encaminhá-los ao aterro para que tenham a destinação correta”, completa Boiça. A administração não fará a devolução dos objetos. “A Lei é muito clara. Ela prevê que os jazigos, capelas, túmulos, entre outros deverão ter conservada a limpeza dos mesmos; não poderão ser fixados mais vasos no local e tomar medidas para que os objetos, plantas ornamentais ou árvores que possam acumular água sejam tratadas ou corrigidas suas fendas para evitar a proliferação de larvas. A administração pública terá o direito de retirar os mesmos, sem indenizar quanto a sua retirada”, reforça Boiça.

continua após publicidade

Outro ponto destacado na Lei é que fica proibida a utilização de embalagens plásticas envolvendo vasos de flores ou outros ornamentos. As floriculturas já estão se adaptando ao novo sistema. A lei permite apenas no período de finados, entre os dias 25/10 e 09/12 a colocação de vasos de flores, desde que respeitem os artigos da lei. Após este período o município tem direito de retirar todos os vasos dos cemitérios evitando a proliferação de criadouros do mosquito transmissor da dengue.

Estatísticas  

Este ano já foram registrados 112 casos suspeitos, em Apucarana. Destes, 19 aguardam resultados do Laboratório Central (Lacen), 09 casos importados e 02 autóctones foram confirmados, 71 descartados e 11 não quiseram fazer os exames. O último caso autóctone foi confirmado no dia 16 de junho e o último caso importado, foi confirmado no dia 09 de junho.