Região

Copa divide portugueses na região

Da Redação ·
 O português Mário Baranda não abre mão de torcer para os conterrâneos
fonte: André Veronez
O português Mário Baranda não abre mão de torcer para os conterrâneos

O jogo entre Brasil e Portugal, que acontece hoje, às 11 horas (horário de Brasília), em Durban, na África do Sul, vai deixar muitas famílias descendentes divididas na região. Em Apucarana, torcedores do verde e vermelho, as cores da bandeira portuguesa, contam que estão com o coração na mão para decidir por qual das nações devem vibrar durante a partida da Copa do Mundo.

continua após publicidade


O comerciante português Aires Oliveira Joaquim prefere ficar neutro. “Querendo ou não, um pouco da gente está ali. Mesmo assim, vou tentar assistir o jogo como vejo qualquer partida, prestando atenção em como os jogadores se portam”, diz.


Há 61 anos em terras brasileiras, o empresário Mário Farinha pensa diferente. “Como construí minha vida no Brasil, neste caso, terei que torcer pelo Brasil. Se Portugal jogasse com outro país, torceria para a seleção de onde nasci, mas nesta partida, vejo que meu íntimo é brasileiro”, analisa.

continua após publicidade


Já o professor universitário de Direito Mário Baranda antecipa que vai deixar a camisa canarinho de lado e torcer por sua terra natal. Na casa dele, entretanto, a esposa, brasileira, vai fazer corrente positiva é para a seleção verde amarela.


“Moro no Brasil há 17 anos, mas não posso deixar de torcer pelo meu país, com direito à bandeira e tudo”, define ele, que apesar do patriotismo, não acredita que a equipe portuguesa possa superar o time de Dunga.
 

“Portugal tem feito um bom barulho, mas acho que o jogo está mais para o Brasil”, pontua Baranda.
Em Arapongas, no entanto, o português Raul Alves diz que o melhor é esperar por um empate entre os times. “Assim ficamos todos classificados para a próxima fase”, brinca.

continua após publicidade


Para ele, nem mesmo uma derrota para Portugal causaria desânimo. “Ganhamos com uma boa diferença de gols na última partida contra a Coreia do Norte, de 7 a 0, então, se não fosse de goleada, poderíamos perder do Brasil sem problemas para a classificação”, explica.

Mundial altera rotina

continua após publicidade


A partida da seleção brasileira contra Portugal na Copa do Mundo altera mais uma vez a rotina da população, torcedora ou não. Em Apucarana, a mudança nos horários de atendimento compreende desde o comércio aos serviços públicos.

continua após publicidade


Na Prefeitura, o expediente do prédio central será das 8 às 10 horas para o trabalho interno. O atendimento aos contribuintes terá início às 13h30. Os demais serviços essenciais no município, como a Saúde, atenderão em horário normal, com rodízio de servidores.


No comércio, as lojas fecham às 10h30 e voltam a abrir às 13h30, ao final da partida. Já no Centro Norte Shopping Center, o funcionamento das lojas terá início às 13h30, enquanto a praça de alimentação atenderá em horário normal.


Os supermercados, conforme o Sindicato do Comércio Varejista de Apucarana (Sivana), também foram orientados para interromper os serviços das 10h30 às 13h30


Quem precisar ir até à 15ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) terá de se adiantar. O órgão funcionará das 8h às 10 horas. Agências bancárias também vão abrir mais cedo, das 8h às 10h30, com retorno às 13h30.