Região

Lapaza pode operar rotativo até 2016

Da Redação ·
Parquímetro de Apucarana possui cerca de 900 vagas
fonte: Delair Garcia
Parquímetro de Apucarana possui cerca de 900 vagas

A Prefeitura de Apucarana sinalizou ontem que deve continuar com a Lapaza Empreendimentos à frente do estacionamento rotativo do município por mais cinco anos. De acordo com o gerente do Instituto de Desenvolvimento, Pesquisa e Planejamento de Apucarana (Idepplan), José Luiz Alves Miguel, o contrato assinado com a empresa, em 2006, já previa a possibilidade de prorrogar os serviços.

continua após publicidade


Agora, há pouco menos de um ano para o fim da concessão inicial, a renovação do contrato deve ser apresentada como alternativa à substituição da Lapaza. “Vamos buscar subsídios para que a empresa fique na operação do rotativo e possa aperfeiçoar o sistema que implantou”, afirma.


Ele explica que há a intenção de melhorar as máquinas utilizadas no parquímetro e de aumentar o número de vagas disponíveis no estacionamento rotativo, hoje em aproximadamente 900. Apesar de protagonizar reclamações em relação à falta de vagas para estacionar e agentes de trânsito, a evolução do sistema, conforme Alves Miguel, também não depende da troca da prestadora de serviços.

continua após publicidade


“Há uma série de discussões envolvendo o parquímetro, mas o rotativo está muito mais moderno do que quando começou a ser usado. Além disso, é um serviço prestado sem necessidade de investimentos diretos da Prefeitura”.


Um dos proprietários da Lapaza Empreendimentos, Reinaldo Zaneti, analisa que mais cinco anos operando o rotativo ajudariam a empresa a ter retorno do investimento feito na área. “Também poderíamos reciclar os equipamentos e adaptar novas tecnologias, como a dos leitores de moeda”, comenta. A expectativa, segundo ele, é aumentar em 20% o número de vagas do sistema no ano que vem.


No ano passado, a Lapaza instalou no município equipamentos com leitores para moedas de R$ 1, o equivalente a 50 minutos de estacionamento. Com tecnologia touchscreen, as máquinas também permitem que os usuários acionem a vaga através do toque na tela do aparelho. Apesar da troca de todos os equipamentos ter sido anunciada pela empresa na época, as novas máquinas ainda estão em fase de adaptação. A tarifa para utilizar uma das vagas do parquímetro durante uma hora é de R$ 1,20.