Região

Arapongas inaugura Estação das Feiras

Da Redação ·
Barracão com 26 boxes foi reformado recentemente pela Prefeitura; obra ficou em R$ 300 mil
fonte: Divulgação
Barracão com 26 boxes foi reformado recentemente pela Prefeitura; obra ficou em R$ 300 mil

A Feira da Lua, a exposição mais famosa de Arapongas que une gastronomia, lazer e artesanato, passará, a partir de hoje (17), a acontecer em um novo local. Realizada todas as quintas-feiras há mais de nove anos no ‘Ruínas’, perto da Praça Dr. Júlio Junqueira, a feira agora será abrigada no antigo barracão da Agência de Estação Ferroviária (AGEF), na rua Jandaia.

continua após publicidade


A secretária Municipal de Cultura, Lazer e Eventos de Arapongas, Marlene de Almeida Ferreira, explica que o lugar passou por uma reforma e recebeu até uma nova denominação - “Estação das Feiras”.


“O funcionamento ficará ainda melhor, já que teremos um espaço mais amplo, com capacidade para mais expositores”, comenta.

continua após publicidade


A estação abrigará 26 boxes com produtos na área da alimentação e artesanato. Haverá ainda uma estrutura de diversão para crianças e apresentações culturais e artísticas. “Esta feira já é um dos pontos marcantes do lazer dos moradores de Arapongas, principalmente de jovens e famílias”, avalia a secretária. Marlene pontua que o Ruínas ficará desativado por enquanto.


Para o prefeito de Arapongas, Beto Pugliese (PMDB), a mudança no espaço irá conferir mais descontração à Feira da Lua. “Vale lembrar também que o antigo barracão estava ocioso e, graças às negociações, agora passa a ser utilizado pela comunidade, com todo o respeito que merece”, define.


A reforma do espaço, concluída em meados de maio, foi realizada com recursos próprios da Prefeitura. Cerca de R$ 300 mil foram investidos na obra. Além da readequação dos 1.121,87 metros quadrados da parte interna do barracão, foram construídos ainda mais 258,20 metros quadrados destinados a quiosques no setor externo.
O projeto, segundo Pugliese, colabora para transformar a área, que também abriga o museu, em um cartão de visitas para a cidade. Recentemente, um dos prédios da estação ferroviária foi revitalizado e transformado em restaurante, reforçando a valorização da região que deu início a urbanização da cidade.