Região

Festa da Cerejeira celebra jubileu da ACEA

Da Redação ·
 Estrutura de cinco mil metros quadrados deve receber 60 mil pesosas até o dia 20
fonte: Delair Garcia
Estrutura de cinco mil metros quadrados deve receber 60 mil pesosas até o dia 20

A Associação Cultural e Esportiva de Apucarana (Acea) sedia a 16ª Festa da Cerejeira. Já considerado uma tradição na cidade, o evento foi aberto ontem com a presença do cônsul geral do Japão para o Paraná, Soishi Sato e autoridades municipais. A expectativa é receber cerca de 60 mil pessoas até o dia 20, quando as festividades serão encerradas.

continua após publicidade


O coordenador geral da Festa da Cerejeira, Mário Fukuda, afirma que, neste ano, as comemorações serão ainda mais intensas em função dos 50 anos da ACEA. “Será uma festa colorida e cheia de homenagens”, comenta.


O evento, conforme ele, acontece em uma estrutura coberta de aproximadamente 5 mil metros quadrados e promete agradar a todos os gostos. Haverá praça de alimentação com comidas típicas da colônia japonesa, como sukiyaki e yakissoba; atrações artísticas e culturais; área de diversão para crianças e exposições empresariais, de artesanato, ikebanas e bonsais.


“Vamos ter 34 estandes na Feira de Indústria e Comércio, 32 expositores na Feira de Sabores, além de oito espaços na Feira de Automóveis e 20 barracas na área de gastronomia”, adianta Fukuda.

continua após publicidade


Hoje, o público poderá assistir ainda uma palestra sobre treinamento empresarial, promovida pelo Sicoob, e shows com os cantores Léo e Giba, Jean e Júlio e Zé Cervo. As apresentações acontecem às 20h30. “No decorrer da programação, teremos cantores nipônicos e shows de Taikô e outras danças que fazem parte dos costumes japoneses”, relata o organizador.


Os ingressos para entrar na festa custam R$1,25. Toda renda obtida será destinada a entidades filantrópicas do município. Já o estacionamento, que possui cerca de mil vagas, custa R$ 5.


A inauguração da parte ambulatorial do Hospital do Coração, anunciada para acontecer durante as comemorações do Jubileu de Ouro da Acea, foi adiada. O motivo seria o atraso no envio de equipamentos para a unidade, financiada pela holding japonesa Tokushukai. “A entrega de todo o hospital deve ocorrer dentro de três a quatro meses”, pontua Fukuda.

continua após publicidade

Clube foi fundado em 1960 


A Associação Cultural e Esportiva de Apucarana (Acea) está completando 50 anos de atividades em Apucarana. O clube foi fundado em 1960, a partir da atuação de líderes da colônia japonesa, que se esforçaram para unir duas correntes que mantinham divergências, por conta de interpretações diferentes para a participação do Japão na 2ª Guerra Mundial. 

continua após publicidade


Parte da colônia acreditava que o Japão havia ganho a guerra, e outro grupo maior aceitava a versão oficial de que o país saiu derrotado no conflito bélico. Entre estes líderes que contribuíram na união dos imigrantes e criação da Acea estavam Noboru Fukushima, Mioji Kogure, Paulo Kagueiama, Kichitaru Kayukawa, Tsneo Otta e Shotaru Matisui, entre outros.


Antes da Acea, a colônia criou o Nihondin Kai na região do Núcleo João Paulo. Depois o clube foi transferido para uma área próxima ao Colégio Cerávolo e, mais tarde, para a Rua Osvaldo Cruz, onde era denominado Clube Yamato. Só em 60, surgiu a Acea, com a compra de uma área de 3 alqueires e a doação de mais 1,5 alqueire pelo Sr. Yoshitaru Ishida, pai do atual presidente, Keniti Ishida. (Maurício Borges)