Região

Frio não segura dengue na região

Da Redação ·
Casos de dengue ainda persistem na região
fonte: Arquivo TN
Casos de dengue ainda persistem na região

Nem mesmo as baixas temperaturas espantaram o Aedes aegypti da região. De acordo com a 16ª Regional de Saúde, o número de confirmações de dengue saltou de 43 para 53 nos últimos dias.

continua após publicidade


Além de Apucarana, que confirmou anteontem seu primeiro caso autóctone, Arapongas, Califórnia e Jandaia do Sul tiveram novas confirmações nesta semana. “Isso mostra que ainda há água parada. As pessoas não podem se esquecer dos cuidados contra a dengue”, observa o chefe da 16ª RS, Kazuhiko Yamamoto.


Conforme ele, pelo menos 329 suspeitas da doença já foram registradas na região. “Ainda temos muitos resultados de exames para receber”, diz.

continua após publicidade


Em Apucarana, o coordenador do Programa Municipal de Combate à Dengue, Flávio Boiça, analisa que medidas preventivas à proliferação do mosquito transmissor da dengue não devem ser deixadas de lado com a proximidade do inverno. “Notamos que os casos não pararam de aparecer. Na verdade, se tivessem diminuído, não seria em função da população, mas do próprio clima. Por isso, é importante reforçar os cuidados mesmo nesta época do ano”, afirma.


Os bloqueios nos bairros onde existem notificações da dengue também continuam no município. Ontem, o 30º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMtz) recebeu o fumacê. “O paciente que teve o caso autóctone na cidade é soldado. No mesmo local, tivemos outras três suspeitas, sendo que uma já foi descartada”, relata Boiça. Apucarana já possui outras sete situações importadas.


Em Arapongas, onde apesar do índice de infestação do mosquito transmissor estar abaixo de 1%, 22 casos da doença já foram confirmados neste ano. Nove são autóctones e 13 importados. “Têm pessoas que ainda não se conscientizaram sobre os cuidados contra a dengue. Só existe transmissão se houver mosquito. E o mosquito, nós podemos controlar, enquanto o vírus não”, avalia a coordenadora do Programa de Combate à Dengue no município, Aparecida de Oliveira.