Região

Detran do Paraná forma auditores para evitar fraudes

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Detran do Paraná forma auditores para evitar fraudes
fonte: Foto: Divulgação
Detran do Paraná forma auditores para evitar fraudes

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) capacita, ao longo desta semana, mais 24 servidores para atuar em investigação de fraudes em registro de veículos e habilitação, nas próprias unidades do Detran, e na inspeção de auto-escolas, despachantes, fabricantes de placas e clínicas médicas e psicológicas credenciadas pela autarquia.

Uma nova turma, com 26 funcionários, vai começar as aulas em agosto e, até o final do ano, o Departamento vai triplicar o número de auditores, somando 75 servidores atuantes. Hoje, são 25 pessoas na função, todas lotadas na sede do Detran em Curitiba.

“Nosso objetivo é ampliar o processo de qualificação de pessoal e proporcionar um salto quantitativo e qualitativo na instituição. A ideia é ampliar o número de pessoas aptas a trabalhar no desencadeamento de processos de auditoria e, assim, avançar na atribuição exclusiva do Estado”, explica o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

CURSO – Com 128 horas de duração, curso é dividido em dois módulos. O primeiro é ministrado por técnicos da Escola Superior de Policia Civil (ESPC), que trabalham as temáticas de ética e cidadania, técnicas de investigação e interrogatório, postura pessoal e profissional. O segundo é voltado para as atividades operacionais do Detran e legislação de trânsito, com a direção de técnicos da Coordenadoria de Habilitação, Veículos e de Infrações.

Para a diretora de Gestão de Pessoas e Desenvolvimento Profissional do Departamento, Flávia Francischini, o processo terá repercussão tanto internamente quanto externamente na instituição. “A busca pelo conhecimento deve ser constante. O aperfeiçoamento e profissionalização refletirão diretamente no atendimento ao usuário”.

O delegado da Polícia Civil, Claudio Marques Rolim, compartilhou com os alunos suas experiências profissionais, e falou sobre os aspectos e práticos da atividade. “Este trabalho diminui a possibilidade do dinheiro público ser desviado. Temos que entender que os governos são transitórios, mas a sociedade é permanente".

Uma das alunas do curso, a servidora Cristiane Baecker, que trabalha há oito anos no Departamento e atua na Divisão Médica e Psicológica, aprovou o conteúdo. “O curso nos ensina a pensar mais profundamente nos processos internos do nosso dia a dia. Eu, por exemplo, não tenho formação em direito, então as aulas estão me ajudando a entender melhor os processos administrativos e como não cometer erros”.

O curso foi organizado e destinado pela Controladoria de Inspeção e Auditagem (Coia) e Coordenadoria de Recursos Humanos do Detran, em parceria com a Escola Superior de Polícia Civil do Paraná. Foram selecionados servidores da Coia e de outras coordenadorias e setores que exercem atividades com maior proximidade dos procedimentos de fiscalização e auditagem.

continua após publicidade