Região

Polícia ambiental investiga morte de peixes no Rio Cambará

Da Redação ·
 Cabo Valmir da Matta coleta material no rio - imagem Delair Garcia
fonte:
Cabo Valmir da Matta coleta material no rio - imagem Delair Garcia

O Instituto Ambiental do Paraná (IAP) deve analisar a água do Rio Cambará, em Jandaia do Sul, após terem sido encontrados dezenas de peixes mortos no local. Os animais foram localizados boiando e nas margens do rio na manhã de ontem, em trecho da zona rural da cidade. Ainda não se sabe a causa, mas há indícios de que o incidente tenha ocorrido por conta de um despejo irregular que tenha contaminado o Rio.

continua após publicidade


Após uma denúncia de moradores das proximidades, a Força Verde de Apucarana foi ao local para checar a situação. Segundo o cabo Valmir da Matta, da Polícia Ambiental, como existem várias empresas localizadas próximas ao local, a contaminação foi a primeira possibilidade levantada.


“Tudo leva a crer que foi algum despejo clandestino no rio”. Porém, somente uma análise detalhada apontará o responsável pelo dano. Foram afetados pelo descarte, peixes de pequeno porte de espécies como bagre e lambari.

continua após publicidade


O Departamento de Agricultura e Meio Ambiente de Jandaia solicitou ao IAP de Ivaiporã que viesse ao local para coleta e posterior análise. A responsável pela pasta, Elizabete Souza da Silva, foi procurada mas disse que vai aguardar as análises antes de se manifestar sobre o assunto.
A secretária garantiu que caso o Instituto não vá ao local colher o material para análise, o município fará a coleta.


CONTAMINAÇÃO
Durante a vistoria, a Polícia Ambiental encontrou indícios de contaminação. O Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado mas a hipótese só será esclarecida quando a análise estiver concluída