Região

Polícia prende homem acusado de estuprar a tia

Da Redação ·

Policiais da Delegacia da Mulher e do Adolescente de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, prenderam nesta semana um homem acusado de estuprar sua tia em dezembro de 2009. Ele foi encontrado em Matinhos, no litoral do Paraná, em uma clínica de reabilitação.

continua após publicidade

De acordo com a delegada-chefe Iara Dechiche, uma senhora de 60 anos, que morava em Nova Esperança, no noroeste do Paraná, estava hospedada na casa de sua irmã , localizada em São José dos Pinhais, para passar as festas de final-de-ano em dezembro de 2009. “No dia 22 de dezembro a vítima almoçou com seu sobrinho, Tiago José Dvoracoski, de 27 anos, e esperou que ele saísse para trabalhar para descansar no quarto. Porém, em seguida Dvoracoski retornou à residência com um copo na mão e obrigou sua tia a ingerir certa quantidade de bebida alcoólica”, explica a delegada.

Em seguida, o homem jogou a vítima na cama, começou a sufocá-la e a tirar sua roupa até que ela desmaiasse. Pouco tempo depois Dvoracoski foi surpreendido por sua mãe, que bateu na porta do quarto. “A mãe de Tiago chegou e, sem saber o que estava acontecendo, pediu que ele destrancasse a porta. Ao perceber que havia sido flagrado, ele fugiu. Quando conseguiu entrar no quarto sua mãe encontrou irmã deitada com um cobertor sobre o rosto e manchas de sangue pelo corpo”, explicou a delegada Iara.

continua após publicidade

A vítima foi encaminhada ao Hospital de Clínicas, onde foi submetida à cirurgia devido à violência do ato sexual praticado. Após a recuperação da vítima, o caso foi levado até a delegacia de São José dos Pinhais.

Após as investigações, a polícia descobriu que Dvoracoski estava foragido em Matinhos, no litoral do Estado. Ontem (06), ele foi localizado em uma clínica de reabilitação para viciados no município e detido pela polícia.

Dvoracoski disse em depoimento que no momento do crime estava sob efeito de drogas e álcool e que não se lembrava do que havia feito. O suspeito vai responder por estupro e pode pegar pena de até 10 anos. Ele está detido no Centro de Triagem de Piraquara.