Região

Paranaense é estuprada e morta na Espanha

Da Redação ·
 Jéssica Mayara Carraro Santos
fonte: Reprodução
Jéssica Mayara Carraro Santos

Jéssica Mayara Carraro Santos, de 20 anos, foi assassinada na cidade de La Lajita, nas Ilhas Canárias, na Espanha, no último dia 26 de abril. De acordo com informações da família da jovem, que é nascida em Maringá e morou em Goioerê, ela foi ferida com facadas por todo o corpo e, em seguida, decapitada. Antes, porém, o agressor abusou sexualmente da jovem.

continua após publicidade

Dois homens marroquinos foram presos pela polícia espanhola e um deles confessou o crime. O avô da jovem, Antenor Carraro, que reside em Goioerê, disse que o assassino provavelmente esperava por Jéssica dentro da casa onde ela morava sozinha.

Ela foi morta por volta de 23h30, quando chegava do trabalho. "Ela morou com uma amiga durante algum tempo, mas esta jovem foi transferida para outra cidade por causa do emprego. A Jéssica procurava outra companhia, mas não houve tempo".

continua após publicidade

De acordo com o avô, a neta foi ainda adolescente para a Espanha, juntamente com sua mãe, que é casada com um espanhol. "A mãe está muito abalada, tentendo se recuperar, pensando em Deus, e fazendo tudo que pode para não ter ódio no coração", comentou. "Estamos muito chocados".

Após a morte de Jéssica, moradores das proximidades fizeram uma grande manifestação pedindo mais segurança para a região. A imprensa espanhola acompanhou os protestos. Jéssica foi enterrada na Espanha. (Com informações do site Canarias 24 horas e Rádio CBN Maringá).