Região

Superlotação no minipresídio será reduzida

Da Redação ·

A construção de onze novas celas no minipresídio de Apucarana vai ajudar a reduzir a superlotação carcerária no município. Com 22 celas e capacidade para 80 detentos, a unidade abriga atualmente 197 pessoas. Onze adolescentes também cumprem pena no local. A expectativa é que, com ampliação do minipresídio, haja um remanejamento dos detidos. “As novas celas Serão ocupadas por adolescentes infratores, que fica internado provisoriamente, preso por pensão alimentícia e do regime semi-aberto”, adianta o delegado Gabriel Macello Botelho Junqueira Filho. Os presos terão mais espaço e os profissionais de saúde também. Três salas serão destinadas ao atendimento médico e social aos detentos. “Vai aumentar o espaço para mais 40 pessoas, e também vai desafogar um pouco a carceragem interna”, frisa o delegado. A previsão é que as obras para a construção das novas celas do minipresídio tenham início ainda neste semestre. O projeto está orçado em 225 mil reais. O minipresídio de Apucarana foi inaugurado em junho de 1991 e passou por reformas há nove anos. Com as novas obras, a unidade será ampliada em 176 metros quadrados.  

continua após publicidade