Região

Governo libera R$ 17,2 milhões para obras e máquinas

Da Redação ·

O governador Orlando Pessuti e o secretário do Desenvolvimento Urbano, Forte Netto, autorizaram nesta semana a liberação de recursos de R$ 17,2 milhões para os municípios de Almirante Tamandaré, Londrina, Assis Chateaubriand, Cafezal do Sul, Janiópolis, Lapa, Matelândia, Nova Tebas, Santa Fé e São Jorge do Oeste. Os recursos são do Fundo de Desenvolvimento Urbano (FDU) e serão aplicados em obras de pavimentação de vias urbanas, na construção de postos de bombeiro comunitário e de saúde, bem como na aquisição de um veículo e de uma máquina rodoviária.  

continua após publicidade

O secretário Forte Netto disse que os financiamentos liberados vão possibilitar a promoção do desenvolvimento das cidades. “Como hoje 80% da população vive em áreas urbanas, é de fundamental importância preparar as cidades para que possam receber a população, garantindo às pessoas as condições de trabalho, saúde, educação e lazer”.  

LONDRINA – O Governo do Estado homologou licitação no valor de R$ 9,2 milhões, divida em quatro lotes, realizada pelo município de Londrina, para a realização de obras de recuperação asfáltica (recape) na Avenida Dez de Dezembro (trecho entre a Rodovia Celso Garcia Cid e a Avenida Brasília), na Avenida Robert Koch (trecho entre as ruas Cláudio Donizete Cavalieri e Leontina Conceição Gayon), na Avenida Wiston Churchill (entre a Avenida das Nações e a Rua Bruno Próspero Parolari) e 36 trechos de ruas dos bairros Jardim Monte Carlo, San Izidro e San Fernando. Os R$ 9,2 milhões serão financiados ao município.  

continua após publicidade

O prefeito de Londrina, Barbosa Neto, disse que em oito anos o município fez 498 mil m² de recape asfáltico, mas que agora, “com esta liberação, nós vamos fazer mais de 552 mil m² em apenas um ano”. Barbosa Neto salientou que Londrina está recebendo do atual governo estadual o maior investimento de sua história em termos de financiamento. “Por isso”, disse, “nós temos que correr contra o tempo e pedir agilidade à nossa equipe para que tenhamos a competência de aplicar estes recursos na qualidade de vida da nossa população”.  

PAVIMENTAÇÃO – O município de Almirante Tamandaré, na Grande Curitiba, recebeu do governador autorização para licitar, no valor máximo de R$ 3,4 milhões, a pavimentação de um trecho de 3,5 quilômetros da Avenida Vereador Wadislau Bugalski. Para esta obra, o governo vai financiar R$ 3,1 milhão, ficando R$ 244,3 mil a cargo da prefeitura. Segundo o prefeito Vilson Goinski, “esta é mais uma obra de vital importância para o município e que é fruto da permanente parceria com o Governo do Estado”. Goinski destacou que mais de 20 mil pessoas moram ao longo da avenida e nas ruas próximas.  

Já o município de Cafezal do Sul recebeu ordem de serviço para iniciar obras de pavimentação asfáltica na Rua Espírito Santo e de recape em ruas do perímetro urbano e do Distrito de Guaiporã. As obras vão custar R$ 258,9 mil, dos quais R$ 227,2 serão financiados pela Sedu/Paranacidade. O prefeito Marco Antonio de Oliveira informou que as ruas que vão receber asfalto precisavam das melhorias há mais de 20 anos.

continua após publicidade

Com financiamento estadual de R$ 105,4 mil, o município de Janiópolis vai licitar o recape asfáltico de sete trechos de ruas no perímetro urbano. E o município de Lapa recebeu ordem de serviço, de R$ 2,8 milhões, para iniciar a pavimentação de cerca de cinco quilômetros lineares de trechos de ruas. “Com esta obra nós vamos praticamente fechar o centro histórico da cidade e a sua periferia, o que vai dar à cidade uma qualidade de vida muito boa”, garantiu o prefeito Paulo César Furiatti. Por sua vez, o município de Santa Fé recebeu autorização para licitar o recape asfáltico de 25 trechos de ruas. O financiamento é da ordem de R$ 470 mil, sendo que a prefeitura entrará com adiconal financeiro de R$ 32,7 mil.  

OUTRAS OBRAS – Os municípios de Assis Chateaubriand e de São Jorge do Oeste vão construir postos de Bombeiros Comunitários. O posto de Assis vai custar R$ 276 mil e a ordem de serviço foi entregue pelo governador. O financiamento será de R$ 200 mil e a prefeitura terá um adicional financeiro de R$ 76 mil. O posto ficará no Jardim América. O município de São Jorge do Oeste recebeu autorização para licitar a obra, que será construída na Avenida Iguaçu, no centro da cidade. O valor máximo da licitação é da ordem de R$ 271,3 mil, dos quais R$ 208 mil serão financiados.  

O município de Matelândia vai construir um posto de saúde, com área de 262,9 m², pelo valor máximo de R$ 289 mil (o governo vai financiar R$ 275 mil). A licitação será lançada nos próximos dias. Segundo o prefeito Edson Antonio Primon, o posto é necessário porque houve um aumento na população do município em conseqüência da instalação de um frigorífico de aves e de um assentamento do MST. “Se não fosse a parceria com o Governo do Estado não teríamos condições de fazer esta e outras obras”, disse. ara a aquisição de um caminhão caçamba e de uma motoniveladora, o município de Nova Tebas recebeu financiamento do Governo do Estado no valor de R$ 506,8 mil.  

RECURSOS – Para a renovação dos parques de máquinas, os recursos financiados são provenientes do Programa de Aquisição de Máquinas e Equipamentos Rodoviários para Municípios do Estado do Paraná (Promap), administrado pela Sedu/Paranacidade e pela Agência de Fomento do Paraná S/A (AFPR). E para a realização de obras de infraestrutura urbana, dentro do Programa Paraná Urbano, os recursos são do Fundo de Desenvolvimento Urbano (FDU), administrado pela Sedu/Paranacidade e tendo a AFPR como agente financeiro.