Região

Confusão envolvendo policiais é investigada pelo comando da PM

Da Redação ·

A Polícia Militar (PM) abriu inquérito para apurar uma ocorrência envolvendo um policial militar que baleou uma pessoa, na madrugada de anteontem, em Califórnia. Paulo César Raul foi atingido por volta das 2 horas, próximo a Praça da Igreja Matriz. Ele ocupava um Chevrolet Kadett conduzido por seu irmão, Cleberson Aparecido Raul. O autor do disparo, que não teve o nome divulgado e não estava de serviço, teria acreditado que os dois pretendiam assaltá-lo, segundo informações do 10º Batalhão de Polícia Militar (BPM). De acordo com o sargento Daniel Rodrigo de Souza, relações públicas do 10º BPM, o policial informou preliminarmente que conduzia uma caminhonete F250, acompanhado por sua namorada, quando percebeu que estava sendo seguido. “Em determinado momento do trajeto sua namorada afirmou ter visto uma arma com um dos rapazes”, informa o sargento.  Segundo Souza, o policial seguiu até a casa de seu irmão, que também é policial militar. “Ao perceber que se tratavam de policiais, os suspeitos fugiram e os irmãos foram tentar localizá-los. Durante a perseguição, um dos PMs atirou com a intenção de parar o veículo”, relata Souza. O disparo atingiu Paulo que foi encaminhado ao Hospital da Providência, em Apucarana, sendo liberado no mesmo dia, conforme a ouvidoria da instituição médica. Os irmãos negam a versão de tentativa de assalto. Os envolvidos serão ouvidos oficialmente nos próximos dias. Segundo o delegado Gustavo Dante, um inquérito civil também será instaurado para apurar o caso.

continua após publicidade