Região

Colégio de Apucarana vence prêmio nacional do CNPq

Da Redação ·

Discutir as diferenças de gêneros e levar para sala de aula temas que conscientizem os alunos sobre a importância de ações que combatam o preconceito rendeu ao Colégio Estadual Osmar Guaracy Freire, de Apucarana, o primeiro lugar no 5º Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero. A premiação, promovida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), será realizada em Brasília, pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva.
A instituição de Apucarana foi a representante do Sul do País a vencer na categoria Escola Promotora da Igualdade de Gênero. Com 320 alunos, o colégio do Núcleo Habitacional Adriano Correia trabalhou o tema ao longo de todo ano letivo de 2009.
“Para levar o assunto para sala de aula falamos de temas como a Lei Maria da Penha, a desigualdade de renda entre homens e mulheres, preconceito, entre outros”, afirma a diretora Marlene Beletato, que acrescenta que, além dos alunos, a comunidade interagiu nos trabalhos através de uma oficina de geração de renda para mulher.
Segundo a diretora, o tema foi trabalhado em todas as disciplinas e séries. “Conforme a idade dos alunos, dosamos o conteúdo”, explica.
O projeto foi realizado com parceria de outras instituições, como Faculdade de Apucarana (FAP), Secretaria da Mulher e 10º Batalhão de Infantaria Motorizada (BIMtz) e vai render R$ 10 mil para a escola. O dinheiro, diz a professora, será revertido para o setor pedagógico.
Criado em 2005, o prêmio acontece por meio do concurso de redações para estudantes do ensino médio e de artigos científicos.
A novidade desta edição foi a diversificação das modalidades de participação universitária e a criação da categoria “Escola Promotora da Igualdade de Gênero”, que premiou a escola apucaranense.
A premiação está prevista para ocorrer até final de abril, mas ainda não foi marcada porque depende da agenda do presidente da república. A diretora é que recebe a premiação.

continua após publicidade