Região

Equipe da Secretaria da Criança e da Juventude recebe novos servidores

Da Redação ·

A secretária de Estado da Criança e da Juventude, Thelma Alves de Oliveira, e a equipe da Secretaria recepcionaram nesta segunda-feira (12) os novos servidores que acabam de ser nomeados para várias funções na secretaria. Cerca de 80 profissionais, de todas as regiões do Paraná, estão participando de uma capacitação em Curitiba que prossegue até o próximo dia 23.

continua após publicidade

Entre os novos servidores estão educadores sociais, psicólogos, assistentes sociais, motoristas e outros profissionais que vão trabalhar diretamente com os adolescentes que cometeram algum tipo de ato infracional. Todos os convocados foram selecionados no concurso público em 2006, quando o sistema socioeducativo do Paraná começou a ser reestruturado.

continua após publicidade

Na conversa com os novos servidores, Thelma fez um retrospecto do trabalho da Secretaria de Estado da Criança e da Juventude e os avanços obtidos desde a criação da pasta, em 2007. “Quem fará desta secretaria algo grande ou pequeno são vocês, que são funcionários de carreira do Estado”, afirmou.

continua após publicidade

Thelma lembrou ainda que o principal compromisso dos novos servidores é com os adolescentes. “Este trabalho só tem sentido se realmente estivermos modificando a vida destes meninos”, disse.

Hoje o Paraná tem 18 Centros de Socioeducação distribuídos em 14 municípios do Paraná, num intenso processo de descentralização do sistema socioeducativo no Paraná. Outra unidade, em Maringá, está em fase final de construção e deve ser inaugurada nos próximos dias. Outras duas unidades estão previstas para serem construídas, em São José dos Pinhais e em Piraquara.

continua após publicidade

Além do investimento em infra-estrutura, a secretária mostrou o que foi feito para melhorar o atendimento aos adolescentes, como a estruturação das equipes multidisciplinares e a elaboração de uma proposta pedagógica que sistematizou os procedimentos e padronizou a forma de atendimento em todas as unidades do Paraná. “Hoje nosso modelo de atendimento é reconhecido em todo o Brasil e já fomos até premiados por isso”, reiterou, referindo-se à conquista do Prêmio Socioeducando, em 2008.

Nesta terça-feira (13), a psicóloga e doutora em Ciência Política, Irma Rizzini, diretora do Centro Internacional de Estudos e Pesquisas sobre a Infância (CIESPI), traçará um panorama da história das políticas públicas de atendimento às crianças e adolescentes no Brasil. E Édio Raniere vai abordar a questão da adolescência, violência e a contemporaneidade.