Região

Estado libera R$ 50 milhões para prefeitura de Curitiba

Da Redação ·
 Serão feitas algumas melhorias visando à Copa do Mundo de Futebol em 2014
fonte: Levy Ferreira - AENotícias
Serão feitas algumas melhorias visando à Copa do Mundo de Futebol em 2014

O Governo do Estado vai liberar R$ 50 milhões em financiamentos para a prefeitura de Curitiba. A decisão foi acertada nesta segunda-feira (12) durante encontro entre o governador Orlando Pessuti e o prefeito Luciano Ducci no Palácio das Araucárias, em Curitiba. Os recursos são do Fundo do Desenvolvimento Urbano (FDU) e serão investidos, em duas etapas, na melhoria no anel viário central – com vistas à Copa do Mundo de Futebol em 2014 – e na construção de postos de saúde, laboratórios e outros projetos municipais.

continua após publicidade

A primeira etapa do financiamento será de R$ 26 milhões, com R$ 10 milhões em contrapartida da prefeitura. “Os recursos serão direcionados para a revitalização da pavimentação asfáltica e das calçadas do anel viário do Centro de Curitiba”, disse Pessuti. Na segunda fase, os recursos serão de R$ 24 milhões, a serem investidos na construção do Laboratório Municipal de Análises Clínicas, postos de saúde e Centros da Juventude.

continua após publicidade

A proposta de financiamento pelo ParanáCidade, para a primeira etapa está aprovada pelo Banco Central, e aguarda apenas autorização da Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Segundo o secretário do Desenvolvimento Urbano, Forte Netto, todo o processo deve estar concluído em até 20 dias, quando a prefeitura deve abrir a licitação. “As obras devem começar em meados de julho”, disse.

continua após publicidade

COPA DO MUNDO – Proposto e avaliado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e pelo Ippuc, o projeto do anel viário central vai melhorar a acessibilidade urbana, já pensando nos jogos da Copa do Mundo de Futebol em 2014. “Com 24 quilômetros de extensão, o anel viário central será composto por binários, com semaforização e pista novas que vão melhorar a mobilidade urbana”, disse Ducci.

Juntos, Estado, prefeituras da Região Metropolitana de Curitiba e da capital vão investir, a princípio, R$ 500 milhões na melhoria da infraestrutura. O Governo do Paraná vai contratar R$ 229 milhões em financiamento, junto à Caixa Econômica Federal, para as obras de implantação do eixo metropolitano. O eixo deve passar por Itaperuçu, Rio Branco do Sul, Almirante Tamandaré, Colombo, Pinhais, Fzenda Rio Gfrande e Campo Largo.

continua após publicidade

O financiamento também será utilizado para instalar um sistema de monitoramento de Curitiba e para obras de melhoria da Avenida das Torres e da ligação à Estação Rodoferroviária. O projeto de lei que autoriza a contratação do financiamento foi aprovado nesta segunda-feira (12) pela Assembleia Legislativa, anunciou Pessuti.