Região

Assembleia Legislativa vota reajuste do piso regional

Da Redação ·
 Assembleia Legislativa vota reajuste do piso regional
fonte: googleimagens.com
Assembleia Legislativa vota reajuste do piso regional

O deputado Luiz Claudio Romanelli, líder do Governo na Assembleia Legislativa, confirmou nesta sexta-feira (26) que os deputados votam na segunda-feira (29), o novo salário mínimo regional e o pedido de empréstimo, do Governo do Paraná, de R$ 229,5 milhões para obras da Copa do Mundo de 2014.

continua após publicidade

“Aprovamos uma comissão geral para votar estes dois projetos em função da legislação eleitoral”, explicou Romanelli. Os deputados têm até o dia 31 de março para votar projetos como pedidos de empréstimos, aumento de salários. A data é o prazo limite determinado pela legislação eleitoral que veda qualquer iniciativa nesse sentindo seis meses antes das eleições.

continua após publicidade

Já a Comissão Geral é convocada pelos deputados que transformam a sessão plenária da Assembleia Legislativa para debater e votar projetos considerados relevantes com ou sem parecer das comissões permanentes. Os pareceres são feitos, analisados e votados pelos deputados no plenário.

continua após publicidade

PISO REGIONAL – Sobre o novo salário mínimo regional, Romanelli avalia que o projeto foi muito bem discutido nas quatro audiências públicas realizadas em Foz do Iguaçu, Curitiba, Maringá e Londrina. “As audiências foram extremamente positivas para explicar a importância da consolidação do piso regional paranaense. As propostas, tanto dos trabalhadores quanto dos empresários, foram acolhidas e estarão no relatório que vou apresentar no plenário na segunda-feira”, disse.

Pela proposta, o novo salário mínimo vai passar das atuais variações de R$ 605,52 a R$ 629,45 para R$ 663,00 a R$ 765,00. Romanelli defende o novo mínimo e aponta que todos os dados econômicos e sociais apontam que adoção do piso diferenciado – 50% maior do que o nacional – mantém o ciclo de desenvolvimento do Paraná.

continua após publicidade

QUARTO ANO - O mínimo regional foi criado em 2006, durante a gestão do governo Requião, tendo o primeiro valor ficado estipulado em R$ 437,00. O valor é pago às categorias que não têm acordo coletivo.

No ano passado, o reajuste foi de 14,9%, fixando os valores em seis faixas salariais variáveis entre R$ 605,52 a R$ 629,65, o que, segundo o governo, beneficiou diretamente 174 mil empregados domésticos, no comércio e em atividades rurais, entre outras categorias, e injetou R$ 754 milhões anuais na economia paranaense.