Região

Policiais federais são presos no Paraguai

Da Redação ·
Eles estavam num veículo Nissan Patrol, de cor preta, com placas HQH-9698, perseguindo o Santana Quantum
fonte: ABC Color
Eles estavam num veículo Nissan Patrol, de cor preta, com placas HQH-9698, perseguindo o Santana Quantum

Na manhã desta terça-feira, por volta das 11h, a Polícia do Paraguai prendeu dois agentes, um escrivão e um delegado da Polícia Federal em Naviraí, por entrarem ilegalmente em Salto Del Guairá, cidade paraguaia que faz fronteira com Mundo Novo. Eles participação de uma ação da Operação Sentinela, que visa repreender crimes nos estados brasileiros que fazem fronteira com outros país

continua após publicidade

De acordo com informações do Jornal ABC Color, os dois primeiros a serem presos foram os agentes Pedro Emmanuel Ferreira e Gustavo Prata Medeiro Fraga. Eles estavam num veículo Nissan Patrol, de cor preta, com placas HQH-9698, perseguindo o Santana Quantum, de cor azul, placas CCK-3330, de Ivaiporã (PR), conduzido por Francisco Carlos Vieira.

Conforme a matéria do ABC Color, Francisco transportava nove pneus contrabandeados do Paraguai para o Brasil. Quatro foram colocados nas rodas do carro, enquanto os outros eram levados no interior do automóvel.

continua após publicidade

Há 800 metros da linha da fronteira, Francisco avistou uma barreira da Polícia Federal e ao receber a ordem para que parasse o carro, fez um retorno e passou a ser perseguido pelos policiais, que até chegaram a disparar tiros contra o Santana.

A viatura da Polícia Federal bateu no carro de Francisco, para que ele pudesse parar, até que conseguiu prendê-lo. Só que os agentes da Polícia Federal também acabaram sendo presos pela Polícia Paraguaia por terem entrado sem autorização e armados no país.

Minutos depois o delegado da Polícia Federal, Francisco Ângelo Conto Gurgel, chegou ao local em que os agentes estavam detidos na companhia do escrivão Elionai de Oliveira Bezerra. Eles estavam em um Fiat Pálio, de cor vermelha, com placas HQH-7679, de Glória de Dourados.

continua após publicidade

Os dois policiais, na tentativa de retirar os agentes do lugar, também foram presos pelas mesmas causas. Em poder dos policiais federais a Polícia Paraguaia apreendeu quatro pistolas Glock com três carregadores cada e os levou, junto com os veículos e o acusado de contrabando, para a Delegacia de Salto Del Guairá.

Durante o depoimento, os policiais relataram ter entrado no Paraguai porque não sabiam das regras de limite fronteiriço e também pelo fato de estarem há pouco tempo na região.

As informações são site Pantanal News