Região

Paraná encerra primeira etapa sem registros de reações adversas graves

Da Redação ·
 Paraná vacinou 9.699 indígenas
fonte: googleimagens.com
Paraná vacinou 9.699 indígenas

A primeira fase da vacinação contra a nova gripe (H1N1) – realizada entre os dias 8 a 19 de março – voltada para indígenas e trabalhadores dos serviços de saúde teve um total de 95 mil pessoas vacinadas e não registrou nenhum caso de reação adversa grave. “Acompanhamos a vacinação e não tivemos nenhum registro de casos em que houvesse reações graves”, explica o secretário estadual da Saúde, Gilberto Martin.

continua após publicidade

A afirmação do secretario visa esclarecer a população e desmistificar e-mails e mitos que circulam pela internet sem veracidade nenhuma, sendo que eles já foram amplamente refutados pela Secretaria e entidades médicas. “Estamos tentando conscientizar a população da necessidade de tomar à vacina e reafirmamos que, embora circulem e-mails alarmistas sobre as reações do medicamento, o risco de uma reação adversa é igual ao de outras vacinas”, esclarece Martin.

Durante a primeira semana da campanha de vacinação o Paraná vacinou 95.049 pessoas, sendo 84.111 profissionais de saúde e 9.699 indígenas, o que representa respectiva 78% e 75% do total de ambos os públicos.