Região

Copel amplia sistema elétrico em Sabáudia

Da Redação ·
Foram investidos aproximadamente R$ 700 mil na ampliação da subestação e das redes elétricas que atendem o município de Sabáudia
fonte: Divulgação
Foram investidos aproximadamente R$ 700 mil na ampliação da subestação e das redes elétricas que atendem o município de Sabáudia

A subestação e as redes elétricas que atendem o município de Sabáudia, no norte do Estado, estão sendo ampliadas pela Copel. Com investimentos de aproximadamente R$ 700 mil, o objetivo das obras é aumentar a disponibilidade e melhorar a confiabilidade no fornecimento de energia elétrica na cidade.

continua após publicidade

Entre as melhorias que estão sendo implementadas, está o aumento de potência do transformador da subestação para 7 MVA (megavolt-ampères), com o intuito de atender a demanda crescente da região, bastante acentuada pela formação do parque industrial no município. Recentemente, a Companhia também realizou  melhorias na rede de 15 quilômetros que liga a subestação a outra unidade, em Astorga, a principal via de abastecimento da cidade. "Este é um conjunto de ações que visa dar solução duradoura às necessidades do município, garantindo condições para o desenvolvimento de toda a sociedade", observa o superintendente regional da Copel, Oscar Ávila Durães.

continua após publicidade

De acordo com o superintendente, faz parte ainda desse pacote de investimentos a implantação de um mecanismo de reversão automática na subestação Sabáudia, trabalho que já está em andamento. Esta nova tecnologia permitirá alterar a fonte de alimentação em questão de segundos, quando houver falhas no circuito principal; no caso de Sabáudia, havendo impedimento no fornecimento por Astorga, a carga do municípío é atendida por um circuito alternativo oriundo de Apucarana. "A implantação deste recurso só é possível porque já temos todas as nossas subestações automatizadas", ressalta.

Por fim, a distribuição de energia elétrica pelas diferentes regiões da cidade também está recebendo incremento, com a adição de um novo circuito alimentador em 13,8 mil volts. A entrada em operação da nova rede, prevista para este mês, otimizará a distribuição da energia elétrica e proporcionará melhoraria nas características de tensão e continuidade.