Região

Justiça liberta suspeito pelo desaparecimento de sobrinha

Da Redação ·

O Poder Judiciário de Ivaiporã suspendeu a prisão preventiva e libertou na sexta-feira (03) o agricultor Nilson Pinto da Mota, 43 anos, tio da menina Ariele Botelho, de 02 anos. Ele era apontado como o principal suspeito do sumiço da menina.

continua após publicidade

Ariele está desaparecida desde o dia 15 de maio da chácara de seu avô materno, na zona rural do município de Lidianópolis. Nilson da Mota foi preso no dia 23 de junho pelo Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas (Sicride), de Curitiba que levantou indícios sobre sua responsabilidade, entretanto, a investigação não levantou provas concretas da participação dele no crime.