Região

Airbus não foi desintegrado no ar

Da Redação ·
A agência reguladora francesa BEA (Escritório de Investigação e Análise),  apresentou hoje o relatório preliminar sobre o acidente com o Airbus A 330, que caiu no Oceano Atlântico após decolar do Rio de Janeiro com destino à Paris.  
continua após publicidade
 O relatório sobre o acidente com o voo AF 447, afirma que o avião da Air France não foi destruído no ar, mas quando caiu no Oceano Atlântico.  O avião parece ter impactado a superfície da água em linha de voo, com forte aceleração vertical, afirmou Alain Bouillard, investigador-chefe da agência reguladora francesa BEA (Escritório de Investigação e Análise), ao apresentar o relatório nesta quinta-feira, em Le Bourget, cidade próxima a Paris.
continua após publicidade
Bouillard explicou que o Airbus bateu na água com a parte inferior da fuselagem. O leme da aeronave ainda fixado na sua estrutura. A BEA analisou 640 elementos do avião. Segundo o relatório, não foi possível determinar a velocidade do impacto do Airbus no mar.