Região

Justiça liberta policiais civis acusados de extorsão

Da Redação ·

Depois de 40 dias na prisão, a delegada Márcia Rejane Vieira Marcondes e seu marido, o superintendente José Antônio Braga, que trabalhavam na delegacia de Colombo, na região metropolitana de Curitiba  conseguiram, na tarde de ontem (30), um habeas corpus para responder as acusações de extorsão, sequestro, entre outros crimes, em liberdade.

continua após publicidade

De acordo com o advogado de Braga, Matheus Gabriel Rodrigues de Almeida, o pedido foi julgado pela 2.ª Câmara Criminal, pelo magistrado José Laurindo de Souza Neto, e a decisão foi unânime.

Para o advogado de defesa, o fato do réu ser primário e os processos de busca e apreensão já terem sido realizados ajudou a garantir o habeas corpus.