Região

PM pede que comunidade cobre mais segurança pública

Da Redação ·
 MAIS de 400 pessoas participaram de Encontro Estadual dos Consegs, em Apucarana
fonte: Sérgio Rodrigo - da Tribuna do Norte - Diário do Paraná
MAIS de 400 pessoas participaram de Encontro Estadual dos Consegs, em Apucarana

A necessidade de contribuição da comunidade na busca por soluções para a segurança pública paranaense foi destaque ontem durante o encerramento do 1º Encontro Estadual dos Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs), em Apucarana. Promovido no Colégio Estadual Antônio dos Três Reis de Oliveira, o evento reuniu mais de 400 pessoas, entre militares, integrantes de conselhos comunitários de segurança do Paraná e membros da cúpula de segurança do Estado.

continua após publicidade

Ao proferir sua palestra no encontro, o comandante geral da Polícia Militar no Paraná, coronel Marcos Teodoro Scheremeta, reconheceu as dificuldades sobre o policiamento no Estado e apontou que a população deve cobrar melhorias. “Não tenham vergonha de pedir mais policiais. Mas, lembrem-se que quando se pede um policial, está se pedindo na verdade quatro. Queremos que vocês briguem por um serviço policial de qualidade que seja 24 horas”, disse.

continua após publicidade

Ele assinalou que a falta de policiais, como a vivenciada pelo Estado, colabora para a ocorrência de crimes. “Mas, o crime é uma doença social. Precisamos encontrar uma solução em conjunto”, ressaltou o comandante.

De acordo com Scheremeta, com o programa Paraná Seguro, lançado recentemente pelo Governo do Paraná, mudanças devem acontecer na área de segurança pública nos próximos quatro anos. “Haverá um investimento muito grande no efetivo. Vamos incluir oito mil militares no quadro. Também faremos a substituição dos serviços administrativos feitos por PMs”, afirmou.