Região

Requião entrega trator número 3.000 na Exposição de Londrina

Da Redação ·

Na abertura da 49º Exposição Agropecuária e Industrial e Londrina, a Expo Londrina 2009, nesta quinta-feira (02) o governador Roberto Requião e o secretário da Agricultura e do Abastecimento, Valter Bianchini, assinaram o contrato de número 3.000 de entrega do trator do programa Trator Solidário. Há exatamente um ano, o governador Requião entregou o trator de número 1.000 na mesma exposição.

Isso significa que, no período de um ano, o governo do Estado acelerou o programa e foi possível entregar 2.000 tratores a agricultores familiares em todo o Estado. A meta do programa é entregar 8.000 tratores até o final de 2010, o que deverá provocar uma revolução na agricultura do Paraná, disse o governador.

O beneficiário do trator numero 3.000 foi o agricultor familiar Guilherme Antonio Pieroli, de Londrina. Ele recebeu um trator com 55 CV de potência, ao custo de R$ 43.300,00, cerca de 30% inferior aos preços de mercado. Além de 10 anos para pagar, o agricultor vai financiar a compra do trator em equivalência-produto, operação garantida pela Agência de Fomento do governo do Estado.

O agricultor tem uma área com 20 alqueires onde cultiva milho, soja, trigo, milho e café. Pierolli espera aumentar a produtividade e a renda mantendo a mesma área.

Para o governador Roberto Requião, são medidas como essa - de mecanização, eletrificação e diversificação da pequena propriedade - que vão melhorar a agricultura e ajudar o País a sair da crise. O governador se colocou contrário às iniciativas de setores da agricultura que querem aumentar a área plantada sem se preocupar com a preservação do meio ambiente e da biodiversidade nacional.

Segundo Requião, o Paraná está apostando tudo na agricultura com tecnologia. Estamos apostando na irrigação noturna, na eletricidade barata para os aviários, para as granjas de suínos, no Fundo de Aval aos pequenos agricultores, no financiamento dos tratores, destacou.

Para garantir a eficiência desses programas, o governo do Estado investiu na contratação de cerca de 1.000 funcionários para órgãos como a Emater, Iapar e o serviço de Defesa Sanitária da Secretaria da Agricultura e do Abastecimento. Esses órgão são absolutamente fundamentais e necessários, afirmou.

O governador lembrou a tecnologia ajuda muito a agricultura e fez uma crítica: É preciso acabar com a ganância desesperada pelo lucro sem a preservação do meio ambiente, comportamentos que acabou com o mundo e levou ao crash de Nova York. O que gerou a crise, acrescentou, foi a ganância desesperada. Precisamos da biodiversidade ou quem vai desaparecer da terra somos nós, salientou.

A defesa que o governador Requião fez da biodiversidade foi ao encontro do tema da 49º Expo Londrina 2009 que é Produzir é preservar, onde os encontros e debates técnicos levarão à discussão do meio ambiente.

Ainda na Exposição Agropecuária e Industrial e Londrina, o governador aproveitou a oportunidade para ver os estantes e destacou a trabalho da Secretaria Estadual da Agricultura na montagem do espaço destinado à Feira Sabores do Paraná, onde estão produtos da agroindústria familiar.

continua após publicidade