Política

TSE investigará se atos do 7 de setembro foram financiados

Além disso, o TSE também irá apurar se os atos configuram propaganda eleitoral antecipada

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia TSE investigará se atos do 7 de setembro foram financiados
fonte: Reprodução
TSE investigará se atos do 7 de setembro foram financiados

Os atos que aconteceram no dia 7 de setembro, em apoio ao presidente Jair Bolsonaro, serão investigados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, Luís Felipe Salomão, pretende averiguar se houve financiamento das manifestações e, em caso de ter havido, quem financiou. Além disso, o corregedor também irá apurar se os atos configuram propaganda eleitoral antecipada. 

continua após publicidade

O presidente da República e seus apoiadores participaram dos atos. Salomão pretende saber se houve pagamento de transporte e diárias para manifestantes e quem foi o responsável pela organização do evento. 

O corregedor ampliou o objeto de apuração para saber se houve: abuso de poder econômico e político; uso indevido dos meios de comunicação social; corrupção; fraude; condutas vedadas a agentes públicos; propaganda extemporânea (antecipada), em relação aos ataques contra o sistema eletrônico de votação e à legitimidade das eleições de 2022.

continua após publicidade

Com informações; G1.