Política

Tarcísio diz que crise no PSDB mostra 'exaurimento' do partido e cria 'vácuo'

Da Redação ·

Pré-candidato ao governo de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos) avaliou nesta quinta-feira, 31, que a crise no PSDB envolvendo o governador João Doria (SP) e a disputa presidencial mostra um "exaurimento" do partido. "Claramente há um vácuo. Há uma desorganização, um desentendimento, e mostra muito do que aconteceu com o PSDB nos últimos anos em São Paulo", afirmou Tarcísio após cerimônia de posse dos novos ministros do governo Bolsonaro. Agora ex-ministro da Infraestrutura, Tarcísio passou o comando da pasta para o então secretário executivo, Marcelo Sampaio, para disputar o governo de São Paulo.

continua após publicidade

Como mostrou o Estadão/Broadcast, Doria surpreendeu auxiliares e aliados na manhã desta quinta ao comunicar que desistiu de concorrer à Presidência pelo PSDB. Depois, no entanto, o presidente nacional do partido, Bruno Araújo, enviou carta aos principais líderes do partido na qual defendeu o resultado das prévias pela primeira vez. A situação também gerou desconforto para o vice-governador, Rodrigo Garcia (PSDB), que é pré-candidato ao governo de São Paulo.

Tarcísio, que disputa o voto de um perfil de eleitor semelhante ao de Garcia, afirmou que vai acompanhar os desdobramentos da crise. Na terça-feira, 29, o ministro já havia afirmado que a saída de Geraldo Alckmin do PSDB e sua entrada no PSB para ser vice na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) abriria um espaço para sua candidatura no Estado paulista.

continua após publicidade

Questionado por jornalistas se já definiu um perfil para ser vice de sua chapa em São Paulo, Tarcísio afirmou que o escolhido será uma pessoa de confiança, sobretudo. "Vice é muito mais uma questão de vínculo de segurança do que busca por votos", disse o pré-candidato, que afirmou ainda que irá conversar com o apresentador José Luiz Datena (União Brasil) sobre eventuais alianças. Datena era cogitado como possível candidato ao Senado na chapa de Tarcísio, mas a parceria sofreu um solavanco após o apresentador fechar com Garcia. "Vou conversar com ele, não descarto nada. Está muito cedo ainda", disse.