Simone Tebet diz não ter cargos ou emendas extras a oferecer - TNOnline
Mais lidas

    Política

    Política

    Simone Tebet diz não ter cargos ou emendas extras a oferecer

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 01.02.2021, 17:42:00 Editado em 01.02.2021, 17:48:16
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    Simone Tebet (MDB-MS), que disputa a presidência do Senado Federal, iniciou seu discurso, falando em gratidão e agradecendo amigos e companheiros de seu partido, o MDB, e de outros, como PSDB, nessa corrida. Ela citou também os senadores Major Olimpio (PSL-SP) e Jorge Kajuru (Cidadania -GO), que retiraram suas candidaturas.

    Citando os versos de Fernando Pessoa "navegar é preciso, viver não é preciso", ela disse que ele forjou navegantes e desbravadores em todas as partes do planeta.

    Segundo a senadora, o viver que se acovarda e que se intimida não é preciso. "O que se curva e coloca interesses pessoais à frente da vida de 210 milhões de brasileiros, esse não é preciso", emendou.

    Ela citou o pai, o ex-senador Ramez Tebet, já falecido, dizendo que ele ainda a guia. "Neste momento de graves temores e incertezas, é importante lembrar que o mar da política brasileira parece mais distanciar do que unir os brasileiros. É tempo de constante vigilância. A pandemia nos separou e vivemos uma crise social e política. Tempestades nos aguardam, juntando desemprego, desindustrialização e fuga de cérebros que têm potencial para transformar em uma das maiores de nossa história."

    Simone Tebet disse que a pandemia os leva a rever as equações políticas e destacou a vacina, uma luz para combater o vírus. Ela disse que sua candidatura é para mudar o atual cenário, sem as barganhas políticas.

    Sem citar o governo Bolsonaro, ela disse que não oferece nem ribalta, nem pompa nem circunstância, e que não tem cargos, emendas extras e nem recursos para oferecer, mas tem o trabalho e apoios legítimo da sociedade para mudar essa Casa Legislativa. "A omissão movida por desejos inconfessáveis e por interesses não republicanos não podem romper nosso túnel do tempo", emendou.

    Citando 27 milhões de brasileiros que estão na linha extrema da pobreza, disse que a miserabilidade chegou a tal ponto que é preciso ação. "Se independência era necessário antes, agora se torna crucial", argumentou, defendendo crescimento econômico, mas com distribuição de renda.

    Tebet disse que é a primeira mulher a se candidatar a tal posto. E defendeu o avanço das pautas femininas. Segundo ela, um de seus principais compromissos é "com soberania do plenário, ser presidida antes de presidir" e com a transparência. E em sintonia com o adversário, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a quem diz ter estima, destacou que é preciso atualizar o atual regimento.

    É preciso atualizar o nosso regimento interno. Mais do que nunca é preciso valorizar essa Casa e a classe política, e para isso precisamos, sim, reforçar as prerrogativas absolutas de funções de cada um dos senhores e de cada uma das senhoras senadoras. Por fim, garantir o direito de líderes ou liderados terem pautado qualquer, repito, qualquer projeto de sua autoria nas comissões e no plenário, e aí a soberania do plenário é que dirá se o projeto irá para frente, irá para a Câmara dos Deputados ou para sanção do presidente da república", proferiu.

    Emocionada, ao citar o seu pai, Ramez Tebet, que presidiu o Senado Federal de 2001 a 2003, falou de princípios e independência. "A independência do Senado, e a harmonia com os poderes tem que ser o tijolo e a argamassa da Constituição, do farol, que poderá nos levar ao porto seguro. Diante do tempo escasso, eu encerro dizendo que a luz desse farol não pode ser outra que não a Constituição Federal."

    E terminou seu discurso com esse mote: "Ganhar eleição com base em princípios não é sonho de verão, é crença."

    Antes de finalizar a fala, ela ainda fez uma homenagem ao senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ), que morreu vítima da covid-19 em outubro do ano passado, assim como as milhares de vítimas do País, que também tiveram suas vida ceifadas pelo vírus.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Política

    Deixe seu comentário sobre: "Simone Tebet diz não ter cargos ou emendas extras a oferecer"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.