Política

'Sheik': Foto de Eduardo Bolsonaro gera críticas na internet

Vários parlamentares questionaram os gastos do filho do presidente Jair Bolsonaro

Da Redação ·
O deputado federal Eduardo Bolsonaro viajou para Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, para participar da Expo 2020
fonte: Divulgação/Redes Sociais
O deputado federal Eduardo Bolsonaro viajou para Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, para participar da Expo 2020

Uma foto de Eduardo Bolsonaro, deputado federal pelo PSL-SP, gerou várias críticas nas redes sociais nesta segunda-feira (18). Na imagem, o filho do presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, aparece vestido de "sheik" ao lado da esposa, Heloísa Bolsonaro, e da filha. O registro foi feito durante uma viagem a Dubai, Emirados Árabes Unidos. 

continua após publicidade

A ação de Eduardo Bolsonaro não agradou outros parlamentares, que indagaram os gastos do filho do presidente Jair Bolsonaro. O deputado foi ao país em missão oficial para participar da Expo 2020. 

Em uma rede social, o deputado federal Marcelo Freixo (PSB-RJ) afirmou que acionou o Ministério Público Federal para investigar os custos da viagem. "Queremos saber quem está pagando essa conta", escreveu.

continua após publicidade

O deputado Alessandro Molon (PSB-RJ) disse que solicitou ao Tribunal de Contas da União (TCU) que apure os recursos usados na viagem. "Pedimos ao TCU que investigue mais esse absurdo milionário em Dubai, que bancaria 100 bolsas de mestrado. A Ciência do nosso país está agonizando", disse.

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) também criticou a atitude de Eduardo. "Gasolina a mais de R$ 7,00, gás a mais de R$ 100, povo comendo osso, pé e pescoço de galinha e representante do Brasil brincando de ser Sheik em Dubai com dinheiro público. Essa é a nova política?", questionou.

Na página do partido em uma rede social, o PSOL escreveu: "Macabro é a família Bolsonaro esbanjando em Dubai às custas do povo que está na fila pra comprar ossos e não morrer de fome. Isso é macabro".

continua após publicidade

A postagem era uma crítica indireta ao senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), irmão de Eduardo, que poucos antes havia classificado como "algo macabro" a reunião da CPI da Covid em que foram ouvidos representantes de vítimas da doença.

Defesa

Ainda nesta segunda-feira, Eduardo Bolsonaro usou as redes sociais para rebater as críticas. Conforme ele, a viagem foi paga com recursos próprios. 

continua após publicidade

Depois, em tom de provocação, postou uma nova foto vestido de árabe. "Acabei de ser presenteado por um amigo árabe aqui com uma kandora, a roupa tradicional deles daqui que equivale ao nosso terno e gravata", escreveu.

No sábado (16), ele havia explicado a sua presença na missão oficial a Dubai dizendo que estava "trabalhando por acordos comerciais que beneficiem São Paulo e o Brasil". "Sem gastar nada de dinheiro público com minha viagem", acrescentou.

Com informações; G1.