Russomanno minimiza ditadura - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Política

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Em entrevista dada ao SBT, o candidato do Republicanos à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, minimizou a ditadura militar que vigorou no Brasil entre 1964 e 1985.

"Ditadura, eu acredito, é o que a gente vive nos países em que a gente não pode entrar ou sair do país, que o seu passaporte é cassado. Isso é uma ditadura. Nós vivemos aqui um governo militar sem dúvida nenhuma", afirmou o deputado.

A afirmação está alinhada com falas de Bolsonaro que enaltecem o período. O candidato também disse que as Forças Armadas cuidam dos Três Poderes do regime democrático.

"Lembrem-se que, na década de 1960, as donas de casa saíram às ruas batendo panelas pedindo para que os militares assumissem o poder. Isso não faz parte da minha vida porque eu era garotinho naquela época, mas eu tenho certeza que a democracia se constrói com a liberdade que nós temos hoje. E é isso que nós temos que preservar, e vamos preservar, a manutenção das três forças: Executivo, Legislativo e Judiciário, cuidados pela Marinha, Exército e Aeronáutica", afirmou.

Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Russomanno minimiza ditadura"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.