Política

Repórteres Sem Fronteiras pede helicópteros na busca por jornalista e indigenista

Redação (via Agência Estado) · GoogleNews

Siga o TNOnline
no Google News

Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O diretor para América Latina do Repórteres Sem Fronteiras, Emmanuel Colombié, vê com preocupação o desaparecimento do jornalista inglês Dom Phillips e do indigenista brasileiro Bruno Pereira na Amazônia. "Os primeiros dias, as primeiras horas são fundamentais nesse tipo de situação. Estamos muito preocupados, é uma notícia muito séria. Precisamos de helicópteros", solicitou Colombié à Rádio Eldorado nesta terça-feira, 7.

continua após publicidade

A Marinha informou que na manhã desta terça usa um helicóptero do 1º Esquadrão de Emprego Geral do Noroeste, duas embarcações e um jet ski nas buscas pela dupla. O sumiço ganhou repercussão internacional pela atuação do servidor em projeto de vigilância de aldeias indígenas contra exploradores e narcotraficantes.

Pereira estava licenciado da Funai e sofria ameaças. Phillips, do periódico britânico The Guardian, já fez reportagens sobre povos isolados da região em 2018. No Dia Nacional da Liberdade de Imprensa, o diretor afirma que são esperados mais ataques aos órgãos de mídia durante as eleições. "É importante ter compromisso de imprensa livre dos futuros representantes", afirmou Emmanuel Colombié.